Braskem (BRKM5) normaliza operação nos EUA e bate recorde no Brasil

Braskem (BRKM5) normaliza operação nos EUA e bate recorde no Brasil
A Braskem (BRKM5) informou que a taxa de utilização de suas unidades industriais nos Estados Unidos voltou à normalidade.

A Braskem (BRKM5) informou, na noite da última terça-feira (6), que a taxa de utilização de suas unidades industriais nos Estados Unidos voltou à normalidade. A informação foi revelada por meio de um comunicado ao mercado.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Segundo a Braskem, isso ocorreu em função da demanda por Polipropileno (PP). Em setembro, o volume de vendas de PP ultrapassou 140 mil toneladas no mercado norte-americano.

No que se refere ao mercado local, a companhia disse que registrou um volume de vendas de resinas superior a 365 mil toneladas no mês passado. O número equivale a um novo recorde mensal histórico de vendas no Brasil, “reforçando a sua contínua estratégia de priorização ao atendimento do mercado brasileiro”.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Produção de PP em nova planta foi iniciada em setembro

A Braskem informou, no início do mês passado, que iniciou a produção comercial de Polipropileno em sua nova planta nos Estados Unidos. A operação foi instaurada após a conclusão do processo de comissionamento.

O empreendimento fica em La Porte, no estado do Texas, e, de acordo com a companhia, possui capacidade de produzir 450 mil toneladas de PP por ano.

Segundo a petroquímica, a construção da nova unidade de PP está alinhada com a estratégia de diversificação da matriz de matéria-prima da companhia. Um dos objetivos da Braskem com a operação também é expandir suas operações nas Américas com a operação.

Braskem tem prejuízo de R$ 2,47 bilhões no segundo trimestre

No dia 5 de agosto, a companhia apresentou seus resultados referentes ao trimestre encerrado em junho. A companhia teve um prejuízo líquido de R$ 2,47 bilhões e reverteu o lucro líquido de R$ 84 milhões reportado no mesmo período do ano passado.

A receita líquida de vendas, de acordo com a Braskem, teve queda de 11% na mesma base de comparação, saindo de R$ 13,33 bilhões para R$ 11,18 bilhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente, no entanto, cresceu 2%, de R$ 1,61 bilhão para R$ 1,65 bilhão.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião