Braskem (BRKM3) tem forte alta na B3 após retomada de venda pela Odebrecht

Braskem (BRKM3) tem forte alta na B3 após retomada de venda pela Odebrecht
A Braskem sofreu um ataque virtual no dia 7 de outubro (foto: divulgação)

As ações da Braskem (BRKM3) operavam em forte alta na tarde desta segunda-feira (10) no principal índice acionário da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), Ibovespa. Os papéis da empresa variavam positivamente a 7,24%, sendo negociados por R$ 24,88.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

A alta nas ações acontece após a Braskem ter divulgado, na última sexta-feira (7), por meio de um fato relevante, que recebeu uma correspondência da sua controladora Odebrecht informando que a empresa deu início aos atos preparatórios para estruturar um processo de venda privada de até 100% de sua participação na petroquímica.

“A Braskem S.A. (“Braskem” ou “Companhia”), em atendimento ao disposto na Instrução CVM nº 358/02, vem comunicar aos seus acionistas e ao mercado em geral que recebeu, nesta data, correspondência enviada por sua acionista controladora, Odebrecht S.A (“ODB”), informando que, em cumprimento a compromissos assumidos com credores concursais e extraconcursais, a ODB deu início aos atos preparatórios para estruturar um processo de alienação privada de até a totalidade da participação de sua titularidade na Companhia, mediante adoção das providências necessárias para organizar um processo dessa natureza, com o apoio de assessores legais e financeiros”, informou a petroquímica em seu documento.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

A Odebrecht também teria contratado a instituição financeira Morgan Stanley para coordenar a retomada do processo de venda da Braskem , de acordo com informações do jornal “Valor Econômico”. Vale destacar que o grupo Odebrecht teve seu processo de recuperação judicial homologado há cerca de 10 dias.

A segunda empresa que mais detém participação na Braskem, a Petrobras, também já informou que tem intenção de vender suas ações na companhia. Este movimento, entretanto, deverá ocorrer no Novo Mercado da B3. Com a venda das ações por parte das duas maiores acionistas da petroquímica, ela poderá se transformar em uma empresa “pura”.

Cotação da Braskem

Por volta das 15h05, a Braskem operava em alta de 7,24%, cotada a R$ 24,88, na Bolsa de Valores de São Paulo.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião