Braskem (BRKM3) fecha contrato de compra de energia renovável

Braskem (BRKM3) fecha contrato de compra de energia renovável
Braskem aumenta ressarcimento de moradores de Maceió

A Braskem (BRKM3) informou, nesta segunda-feira (23), que assinou um contrato de compra de energia renovável com a Canadian Solar Inc. A informação foi divulgada por meio de um comunicado ao mercado da companhia.

Segundo a Braskem, a aquisição está em “linha com a sua estratégia de ampliação do uso de matrizes energéticas limpas em suas operações industriais”. Esse é o terceiro contrato de compra de energia renovável competitiva assinado pela empresa.

Segundo a petroquímica, a Braskem está próxima de alcançar a marca de 1 milhão de toneladas de CO2 de emissões evitadas com os contratos de fontes solar e eólica.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

O contrato assinado com a Canadian Solar contribuirá, de acordo com a empresa, para viabilizar a construção de uma usina solar no norte de Minas Gerais com capacidade instalada de 152 MWp, o que garantirá o fornecimento de energia para a Braskem por um prazo de 20 anos.

Acordo entre Braskem e Petrobras

A Petrobras (PETR4) e a Braskem anunciaram, no início de junho, a renovação do acordo para fornecimento de nafta. O contrato vigente, que encerraria em dezembro deste ano, será prorrogado por mais cinco anos.

Segundo os fatos relevantes enviados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pelas empresas, já foram fechados contratos de suprimento para as centrais petroquímicas na Bahia e no Rio Grande do Sul.

Os contratos para fornecimento de nafta — principal matéria-prima da Braskem — para a unidade paulista e de etano e prapano para o complexo de Duque de Caixas, no Rio de Janeiro, ainda estão sendo levantados.

A petroquímica informou que o contrato “têm por objeto o fornecimento de volume mínimo anual de 650 mil toneladas e, por opção da Petrobras, de um volume adicional máximo de até 2,8 milhões de toneladas por ano, com preço de 100% da referência internacional ARA (Amsterdã, Roterdã e Antuérpia)”.

Confira: Braskem afirma ter forte posição de liquidez para cobrir dívidas

A Braskem, não obstante, garantiu acesso à infraestrutura logística de nafta no sul do Brasil, com a renovação dos acordos de tancagem com a petroleira estatal e de movimentação e tancagem com a Transpetro, subsidiária da Petrobras.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião