Política

Brasil voltará a ter o grau de investimento em breve, diz Tarcísio de Freitas

0

O ministro de Infraestrutura declarou que o Brasil voltará a ter novamente o grau de investimento em breve. Segundo Tarcísio de Freitas, o governo está trabalhando para que o País possa voltar a ter essa certificação internacional por parte das agências de classificação de risco.

“A chave já virou, nós estamos tendo recuperação em todos os indicadores e já
merecemos uma reclassificação de nota de risco pelas agências de rating. Eu não tenho dúvida de que nós estamos caminhando na direção do grau de investimento”, salientou Freitas. O ministro falou sobre o grau de investimento durante um discurso na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, no Rio de Janeiro. Freitas também é ex-militar, formado pelo ITA.

Entre os exemplos citados pelo ministro como avanços realizados pelo governo do presidente Jair Bolsonaro está a reforma da Previdência social. Além disso, estão as novas concessões na área de infraestrutura, como portos, aeroportos, ferrovias e rodovias.

Saiba mais: Risco País cai ao menor nível desde 2014 após Previdência 

Para Freitas, esse conjunto de medidas deverão atrair mais recursos estrangeiros no Brasil.

Setor ferroviário em destaque

Entre os destaques do discurso do ministro, está o setor ferroviário. Para Freitas, graças as mudanças implementadas pelo governo, deverá ser registrado um aumento expressivo no volume de cargas transportadas nos próximos anos.

Por exemplo, segundo ministro o Brasil será conectado de ponta a ponta por projetos e investimentos no transporte sobre trilhos. As malhas ferroviárias já existentes e outras em construção serão interligadas.

Uma série de projetos que deverão possibilitar o escoamento da produção agrícola, industrial e mineral, com maior rapidez e custos menores.

“É um aumento de capacidade que vai levar a participação do modal ferroviário no Brasil dos atuais 15% para 29% a 30% em oito anos. E aí a gente vai reequilibrando a matriz [de transportes], proporcionando oferta e jogando o frete para baixo”, salientou Freitas.

Saiba mais: Moody’s rebaixa rating da Vale e mineradora perde grau de investimento 

Entre as concessões mais recentes, estão dois trechos da Ferrovia Norte-Sul, entre Porto Nacional (TO) e Estrela D´Oeste (SP). Uma licitação vencida pelo grupo Rumo S.A..

Essa ferrovia vai ligar o Porto de Itaqui, no Maranhão, ao Porto de Santos,
em São Paulo. Se tornará dessa forma a espinha dorsal da malha ferroviária brasileira, que deverá ligar Rio Grande (RS) até Belém (PA).

Além das ferrovias, Freitas citou os investimentos como:

  • leilões de campos de petróleo
  • entrada de novas companhias aéreas
  • concessões no sistema de cabotagem

Brasil perdeu o grau de investimento em 2015

O Brasil tinha obtido o grau de investimento em 2008, no momento de maior crescimento do País nos últimos anos. Entretanto, as agências de classificação de risco retiraram esse reconhecimento em 2015. Entre as causas dessa mudança estão os efeitos negativos das políticas econômicas implementadas pelo governo Dilma Rousseff.

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe do SUNO Notícias. Italiano, formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. Concluiu também um MBA em Finanças na B3. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.