Negócios

Brasil deve ter exportação recorde de soja, diz Anec

0

A exportação de soja deve fechar com recorde de cerca de 82,5 milhões de toneladas em 2018. A projeção foi feita nesta segunda-feira (3) pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

As 82,5 milhões de toneladas projetadas para 2018 são superiores aos números do ano passado, onde aconteceu a exportação de 68 milhões de toneladas de grãos.

De acordo com a Anec, a procura da China é o principal influenciador dessa alta. Só no mês de novembro foram exportados 4,9 milhões de toneladas de soja.

No acumulado dos primeiros 11 meses do ano, foram alcançados 80,1 milhões de toneladas vendidas ao exterior. A alta é de 22,6% diante do mesmo período do ano anterior. Além disso, desse total de grãos vendidos, 82% foi enviado para a China.

A guerra comercial entre Estados Unidos e China, incluiu uma tarifa de Pequim sobre a soja norte-americana. Desta forma, o Brasil foi favorecido porque os chineses passaram a comprar o produto brasileiro.

De acordo com a Anec, cerca de 2,5 milhões de toneladas de soja estão programadas para embarque, neste mês de dezembro. Além disso, o volume é superior aos 2,3 milhões exportados no mesmo mês do ano anterior, segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

A Anec ainda ressaltou que o plantio da safra 2018/2019 começou cedo. Por conta das boas condições climáticas, algumas regiões devem iniciar a colheita na segunda quinzena de dezembro.

Saiba mais: CNI aponta 27 barreiras comerciais que prejudicam a exportação brasileira

Milho

O milho registrou alta em novembro em relação aos meses anteriores, onde os embarques foram considerados abaixo das expectativas para o setor.

Conforme a Anec, o Brasil deve fechar cerca de 22 milhões de toneladas de milho exportadas em 2018. Desse valor, 18,9 milhões de toneladas foram embarcadas até novembro e mais 3,2 milhões estão programadas para dezembro.

Segundo a associação, em novembro o país exportou 3,9 milhões de toneladas. O valor é pouco inferior aos 4,2 milhões de toneladas do mesmo mês do ano anterior, mas é distante do recorde de 4,9 milhões de toneladas exportadas em novembro de 2015.

O Irã é o principal destino da exportação. Aproximadamente 50% do volume de milho exportado é destinado ao país, que segue como principal importador do grão, segundo a Anec.

Compartilhe a sua opinião

Renan Bandeira
Renan Bandeira escreve sobre política e economia para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou em uma rede de televisão, onde fazia reportagens sobre os mesmos temas. Estuda na Universidade Metodista de São Paulo.