Bradesco (BBDC4) estuda cisão e listagem da corretora Ágora

Bradesco (BBDC4) estuda cisão e listagem da corretora Ágora
O Bradesco (BBDC4) informou, nesta quinta, que foram obtidas as autorizações regulatórias para a compra do BAC Florida Bank.

O Banco Bradesco (BBDC4) está avaliando a cisão e listagem de sua corretora Ágora, de acordo com nota de analistas do Goldman Sachs a clientes.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

“O plano do Bradesco é levantar capital com a intenção de financiar os investimentos da Ágora em recursos humanos, marketing, M&A horizontais e governança corporativa para se preparar para um eventual IPO [oferta pública inicial de ações]”, escreveram os analistas.

O Goldman ainda informou que os planos foram divulgados por executivos da área de relações com investidores do banco brasileiro em videoconferência.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

De acordo com o diretor de relações com investidores do Bradesco, Leandro Miranda, o um processo de IPO acontecerá dentro de quatro a cinco anos, enquanto o cisão deverá ocorrer no final deste ano.

Atualmente, a única corretora brasileira listada é a XP Inc. (NASDAQ: XP). A companhia de Guilherme Benchimol registra uma capitalização de mercado de cerca de US$ 24 bilhões (equivalente a R$ 129,6 bilhões) e possui R$ 436 bilhões em ativos sob custódia.

Bradesco separa gestão de Next e Ágora para ter ‘nova XP’

O Bradesco anunciou que o banco digital Next passará a funcionar como uma das empresas do conglomerado, para garantir mais autonomia e velocidade de gestão à fintech. Ao mesmo tempo, a instituição financeira transformou a corretora Ágora em uma uma plataforma aberta de investimentos para poder oferecer, também, produtos de terceiros.

O SUNO Notícias apurou que o valuation obtido pela XP, que foi avaliada em US$ 14,9 bilhões apenas na estreia nos EUA, chamou a atenção da gestão do Bradesco e fez acelerar o desmembramento do banco digital e da corretora. O caminho traçado deve ser o mesmo que a XP trilhou e deverá desembocar em um ou dois IPOs.

A Ágora possui cerca de 500 mil clientes e R$ 65 bilhões em ativos sob custódia. A expectativa, no entanto, é de que a corretora chegue a R$ 200 bilhões, à medida que o Bradesco leve parte de seus cliente para a empresa.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião