Bradesco (BBDC4) compra carteira digital ‘DinDin’ através da Bitz

Bradesco (BBDC4) compra carteira digital ‘DinDin’ através da Bitz
O Bradesco (BBDC4) informou, nesta quinta, que foram obtidas as autorizações regulatórias para a compra do BAC Florida Bank.

O Bradesco (BBDC4), através de sua fintech “Bitz”, comprou a carteira digital “DinDin. O anúncio da aquisição foi feito nesta terça-feira (29). A instituição, entretanto, não revelou os valores da transação. As informações são da agência “Reuters”.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

O presidente-executivo da Bitz (fintech que pertence ao Bradesco), Curt Zimmermann, afirmou em comunicado que o banco busca novos horizontes no mercado de carteiras digitais. “Queremos conquistar uma fatia entre 20% e 25% do mercado de carteiras digitais no prazo de três anos. Devemos fazer mais uma aquisição ainda este ano, com o objetivo de acelerar a estruturação do time e de crescer o negócio”, afirmou Zimmermann.

A mais nova aquisição do Bradesco foi anunciada no mesmo dia em que o Santander Brasil (SANB11) informou que sua plataforma digital, Pi, comprou 60% da Toro, controladora da Toro Investimentos.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Bradesco estuda cisão e listagem da corretora Ágora

Há pouco mais de uma semana, analistas do Goldman Sachs informaram aos clientes que o Banco Bradesco (BBDC4) estava avaliando a cisão e listagem de sua corretora Ágora.

“O plano do Bradesco é levantar capital com a intenção de financiar os investimentos da Ágora em recursos humanos, marketing, M&A horizontais e governança corporativa para se preparar para um eventual IPO [oferta pública inicial de ações]”, disseram os analistas em nota.

O Goldman Sachs ainda informou que os planos foram divulgados por executivos da área de relações com investidores do banco brasileiro em videoconferência. O diretor de relações com investidores do Bradesco, Leandro Miranda, afirmou que um processo de IPO deverá acontecer dentro de até cinco anos, enquanto o cisão deverá ocorrer no final de 2020.

Com a listagem da Ágora, do Bradesco, seriam duas corretoras brasileiras listadas, já que a XP Inc. (NASDAQ: XP) é, hoje, a única corretora brasileira na bolsa. A companhia de Guilherme Benchimol registra uma capitalização de mercado de cerca de US$ 24 bilhões (equivalente a R$ 129,6 bilhões) e possui R$ 436 bilhões em ativos sob custódia.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião