BR Malls (BRML3) confirma interesse em possível fusão com Ancar

BR Malls (BRML3) confirma interesse em possível fusão com Ancar
Imagem de parte interna de Shopping da BR Malls (foto: divulgação)

A BR Malls Participações S.A (BRML3) esclareceu uma nota divulgada no último domingo (18) pelo jornal “O Globo” sobre uma possível fusão da empresa com a Ancar. A operadora de shoppings confirmou o interesse em realizar um potencial fusão com a concorrente.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

“Conforme de conhecimento de mercado, a companhia possui como estratégia a constante avaliação de oportunidades no setor de shopping centers. Neste sentido, a brMalls e Ancar realizaram estudos preliminares sobre a pertinência da combinação parcial de seus portfólios”, informou a BR Malls em comunicado assinado por Frederico da Cunha Villa, diretor financeiro e de relações com investidores.

A BR Malls comunicou que se houver continuidade dos estudos preliminares e uma possível “celebração de obrigações vinculantes [negociação]”, a companhia comunicará os investidores e o mercado em geral.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Vale ressaltar que, assim como todas empresas do setor de shoppings, as duas companhias foram bastante afetadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Somando todos os empreendimentos, as duas empresas possuem 55 estabelecimentos comerciais no Brasil, sendo 31 da BR Malls e 24 da Ancar.

Resultados da BR Malls no segundo trimestre

A BR Malls registrou prejuízo de R$ 619,7 milhões no segundo trimestre de 2020, revertendo o lucro de R$ 425,3 milhões apresentado no mesmo período no ano passado. “Em decorrência dos efeitos da Covid-19, o período de abril a junho representou um trimestre bastante atípico para consumidores, varejistas e para a companhia, sendo que nossos shoppings ficaram impedidos de operar na maior parte do período”, informou a companhia em agosto.

A receita líquida da BR Malls ficou em R$ 185,5 milhões, queda de 43,7% em um ano. No segundo trimestre de 2019 esse montante era de R$ 329,6 milhões. O Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 854,7 milhões no trimestre encerrado em junho. Em termos ajustados, o Ebitda somou R$ 48,6 milhões, queda de 80%.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião