Negócios

Boticário estaria estudando comprar Coty, afirma presidente

0

O Grupo Boticário estudaria apresentar uma oferta pelas operações da francesa Coty no Brasil. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pelo presidente da gigante de cosmética brasileira, Artur Grynbaum.

“Estamos analisando esta oportunidade, mas não significa que temos a obrigação de comprar”, afirmou o presidente do Boticário ao jornal Valor Econômico.

O objetivo do Boticário seria continuar a operação de distribuição das marcas interacionais atualmente no portfólio da Coty, como por exemplo a Wella, incluindo-os na unidade de negócios Multi B. Atualmente essa divisão da fabricante brasileira atua na distribuição de produtos para redes multimarcas como farmácias e perfumarias.

A operação de compra da Coty poderia ser financiada captando uma parte no mercado e utilizando capital próprio. “Não teríamos dificuldade para obter recursos junto aos bancos. Temos uma boa classificação de risco”, declarou Grynbaum.

Saiba mais: Grupo Boticário adquire site de comércio online ‘Beleza na Web’

A compra da Coty significaria a aquisição da oitava maior fabricante de produtos de higiene pessoal do Brasil. Em 2015 a Coty comprou a divisão de cosméticos da Hypermarcas (HYPE3) por R$ 3,8 bilhões.

Entretanto, a unidade foi colocada a venda em outubro de 2019, junto com produtos para uso profissional em salões e cuidados com os cabelos. As proposta de compra serão recebidas pelo banco Credit Suisse até março.

Grupo Boticário registra aumento da receita de 11,7% em 2019

Em 2019 o Grupo Boticário registrou um crescimento de 11,7% de sua receita bruta, que alcançou R$ 15,3 bilhões. O montante inclui o faturamento do e-commerce Beleza na Web.

Desconsiderando esse último elemento, a receita teria sido de R$ 14,9 bilhões, um crescimento de 9% em relação ao ano anterior. O grupo, que controla as marcas:

  • O Boticário
  • Eudora
  • Vult Cosméticos
  • Beauty Box
  • Multi B
  • Beleza na Web
  • quem disse, berenice?

prevê um crescimento de 9% na receita em 2020.

No ano passado a indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos no Brasil cresceu 5%. Para este ano, o Grupo Boticário prevê de realizar investimentos entre R$ 350 milhões e R$ 400 milhões. Em 2019, o grupo investiu R$ 330 milhões.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe do SUNO Notícias. Italiano, formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. Concluiu também um MBA em Finanças na B3. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.