Negócios

Bolsa de Londres recusa oferta de compra da Bolsa de Hong Kong

0

Em comunicado nesta sexta-feira (13), a London Stock Exchange (LSE), a Bolsa de Valores de Londres, recusou a oferta de compra da Bolsa de Valores de Hong Kong (HKEX). Na última quarta-feira (11), foi formalizada a oferta de aproximadamente 32 bilhões de libras (cerca de R$ 161,73 bilhões de reais pela cotação atual) pela maior bolsa asiática.

A Bolsa de Londres comunicou que foram levantadas preocupações relevantes acerca do preço total da oferta o objetivo estratégico do negócio proposto.

Na nota direcionada para a HKEX, a LSE disse que a proposta não está estrategicamente alinhada com os objetivos da bolsa europeia no momento. Além disso, afirma que a conclusão do negócio não seria concretizada pois órgãos reguladores iriam impedir.

A Bolsa de Londres reitera que está comprometida e mantém os planos de aquisição da Refinitiv Holdings, provedora global de dados e infraestrutura do mercado financeiro. A transação, que custaria cerca de 27 bilhões de libras, estava ameaçada dada a proposta da compra da LSE.

LSE e seu impacto no mercado financeiro global

A LSE já esteve em vias de selar uma fusão com outras Bolsas europeias e provedoras de dados financeiros anteriormente. Em 2007, a instituição londrina comprou a Bolsa de Milão. O negócio foi fechado por 1,63 bilhão de euros (cerca de R$ 4,25 bilhões na cotação da época).

Mas a London Stock Exchange não obteve êxito na compra da Deutsche Boerse AG, a Bolsa de Frankfurt em 2016, por exemplo. À época, a tentativa do Bolsa londrina foi contida por turbulências políticas.

A proposta da Bolsa de Hong Kong já havia sido colocada em dúvida neste mesmo aspecto, segundo Ronald Wan, executivo-chefe da Partners Capital Internacional Ltd. de Hong Kong.

Confira: Superávit comercial da China cai para US$ 34,8 bilhões em agosto

“Uma aquisição de Hong Kong, uma região administrativa especial da China, poderia ser vista como uma aquisição da China. Não será fácil superar todos os obstáculos regulatórios – o acordo é super politicamente sensível ”, disse o executivo na última quarta (11) à “Bloomberg”.

A Hong Kong Exchange foi fundada em 2000 após a junção de Bolsas de Valores e derivativos em Hong Kong. A companhia foi estatizada ainda naquele ano. Já a Bolsa de Londres, uma das mais tradicionais do mundo, foi criada no início do século XIX, em 1801. Atualmente, é a quarta maior Bolsa em volume financeiro, atrás apenas da Bolsa Japonesa, da NYSE e da Nasdaq.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.