Economia

BNDES desembolsou R$ 25 bilhões no 1º semestre de 2019

0

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou R$ 25,153 bilhões no primeiro semestre de 2019. O valor representa queda de 9% em comparação ao mesmo período do ano passado. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (25) pela instituição.

O valor liberado pelo BNDES para financiamentos em junho foi de R$ 3,711 bilhões. A redução do desembolso semestral do banco é uma consequência da queda de 39% nos financiamentos aprovados nos seis primeiros meses deste ano ante o primeiro semestre de 2018. Ao descontar a inflação, a baixa é de 41,2%.

As consultas, etapa inicial para a solicitação de crédito, registraram queda de 49% ante 2018. Com isso, contabilizaram R$ 25,733 bi no primeiro semestre deste ano.

Infraestrutura

O setor de infraestrutura foi o que mais utilizou recursos do BNDES no primeiro semestre deste ano. O desembolso somou R$ 11,45 bilhões. A quantia corresponde a 45,5% dos recursos totais da instituição.

Conforme o relatório divulgado pelo banco, o valor disponibilizado para a infraestrutura teve alta de 4% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Os transportes e os projetos de energia elétrica foram os principais responsáveis pela quantia liberada. Assim, as categorias receberam 24,3% e 19,1% do financiamento total, respectivamente.

A alta nos recursos liberados para a infraestrutura ocorreu com base na diminuição da quantia liberada para a indústria, comércio e serviços.

O setor de comércio e serviços recebeu neste semestre 56% a menos em comparação ao primeiro semestre de 2018, somando R$ 2,57 bilhões. Além disso, a indústria registrou queda de 7% e recebeu R$ 4,78 bilhões em financiamentos.

Financiamento por região

A região norte do País foi responsável pelo maior número de financiamentos. O setor de energia elétrica da região impulsionou o valor recebido. A região sul foi a única que também apresentou alta.

Confira quanto cada região recebeu e qual foi a variação ante o primeiro semestre de 2018:

  • Norte: R$ 1,6 bilhões, com alta de 108%;
  • Sul: R$ 7 bilhões, com alta de 10%;
  • Sudeste: R$ 9 bilhões, com queda de 19%;
  • Nordeste: R$ 4,7 bilhões com queda de 17%;
  • Centro-oeste: R$ 2,6 bilhões com queda de 28%.

Devolução de R$ 43,76 bilhões do BNDES ao Tesouro

O BNDES devolveu R$ 43,76 bilhões ao Tesouro Nacional em 2019. Além disso, presidente da instituição, Gustavo Montezano, ressaltou que o banco ainda pagará R$ 86 bi ao Tesouro Nacional.

Saiba mais: BNDES devolveu R$ 43,76 bilhões ao Tesouro Nacional neste ano

Somente em maio deste ano, o banco devolveu R$ 30 bi aos cofres públicos. A assessoria da instituição explicou que esse valor faz parte de uma devolução antecipada extraordinária.

Assim, a quantia restante de R$ 13,76 bilhões corresponde a valores pagos mensalmente pelo BNDES para diminuir a dívida do banco com o governo.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.