Black Friday da Lojas Americanas (LAME4) terá live e cashback

Black Friday da Lojas Americanas (LAME4) terá live e cashback
Black Friday da Lojas Americanas (LAME4) terá live e cashback

Na Black Friday das Lojas Americanas (LAME4), a estratégia para enfrentar as concorrentes do varejo passa por oferecer descontos, mas também a possibilidade de cashback e conveniência de poder retirar os produtos na loja física ou contar com uma entrega acelerada.

De acordo com Leonardo Rocha, head de marketing das Americanas, a Black Friday terá uma tríade de descontos, cashback e entrega rápidas., com até 30% dos pedidos entregues em até 24h.

“A primeira coisa que o cliente quer é uma oportunidade de comprar produtos com um desconto bom. Mas, sem dúvida teremos muito cashback, vai ser muito importante dar o valor de cashback. Além disso, outro ponto é a entrega rápida. Cada vez mais é importante para o cliente e estamos totalmente focados nisso”, disse.

Segundo o executivo, a infraestrutura de entregas das Lojas Americanas é um diferencial perante os concorrentes, como Mercado Livre, Magazine Luiza (MGLU3) ou Via Varejo (VVAR3).

“A gente utiliza muito a estrutura das lojas, são mais de 1.700 e, por isso, o cliente recebe em até três horas. Isso é um baita diferencial e temos um leque de modalidade de entrega que está construído há muito tempo e a gente vem melhorando essa estrutura”, disse.

A Lojas Americanas promete ainda surfar a onda de “lives”, que tomaram conta do Brasil durante a pandemia. A varejista irá realizar, a partir do dia 26 deste mês, uma live no Youtube onde oferecerá descontos exclusivos.

Confira a entrevista do SUNO Notícias com Leonardo Rocha, head de marketing da Americanas:

 ♦

-Qual será a estratégia das Lojas Americanas na Black Friday?

A Black Friday pra gente é um assunto de muitos anos, fazemos a cada ano uma maior. A nossa estratégia é a da conveniência, entregando muito rápido e atendendo o cliente onde ele precisar.

Para nós, a Black Friday começou no início do mês de novembro, com ofertas antecipadas, com 50% de cashback via [a carteira digital] Ame, e a estratégia foi antecipar muito os descontos.

Claro que, a partir da semana que vem, começamos mais fortes. Já na terça-feira, iremos adicionar no site e no app e nossas lojas vão abrir na quarta-feira com os preços de Black Friday para oferecer ao cliente mais tempo de compra, então a gente já antecipou o movimento, sempre reforçando as medias de segurança para que o cliente possa comprar de maneira segura.

No dia 26, as 21h, até o dia 27 a noite, vamos fazer uma live comandada pelo Felipe Neto no Youtube e ela vai ter uma série de convidados com ofertas exclusivas.

-Essa estratégia é mais sobre descontos, entregas rápidas, ou outra estratégia?
De fato Black Friday é sempre preço. A primeira coisa que o cliente quer é uma oportunidade de comprar produtos com um desconto bom. Mas, sem dúvida teremos muito cashback, vai ser muito importante dar o valor de cashback. Além disso, outro ponto é a entrega rápida. Cada vez mais é importante para o cliente e estamos totalmente focados nisso.

No final, o todo acaba sendo conveniência. A gente utiliza muito a estrutura das lojas, são mais de 1.700 e, por isso, o cliente recebe em até três horas. Isso é um baita diferencial e temos um leque de modalidade de entrega que está construído há muito tempo e a gente vem melhorando essa estrutura.

Entrega de caminhão, de carro, de bicicleta. O que for mais rápido, inclusive na região Norte e Nordeste.

-Os varejistas já sentem problemas de abastecimento da indústria. Vocês preveem algum problema de falta de produto?

De fato é uma realidade do momento, mas estamos preparados. Começamos uma quando termina a outra e nossos parceiros já sabem que a Black Friday é muito grande e já estamos preparados quando para os nossos parceiros de market place, então está todo mundo preparado e abastecido para fim.

Posso te garantir que estamos muito bem estocados, com 56 milhões de produtos no site, com muito sortimento.

-A crise deverá afetar o desempenho das vendas? E a redução do auxílio emergencial?
Não, a gente não acha que vai afetar não. Para a gente, o cliente está aguardando a Black Friday pois entende que é uma oportunidade de comprar um bom produto com grandes descontos.

-No dia, vocês terão alguma mudança na gestão da Black Friday?
De fato é super diferente. A gente está com grande parte do tem trabalhando  remoto, fizemos um grande evento para deixar todo mundo engajado e animado para a Black Friday das Lojas Americanas, então fizemos um esquenta de Black com todo mundo, então está todo mundo motivado.

Vinicius Pereira

Compartilhe sua opinião