Biosev confirma ‘tratativas preliminares’ com a Raízen

Biosev confirma ‘tratativas preliminares’ com a Raízen
Na quarta-feira (9), os papéis da Biosev encerraram cotadas a R$ 5,16, representando alta de 21,99% após o anúncio da Raízen

A Biosev (BSEV3) confirmou na noite da última quarta-feira (9) que está em “tratativas preliminares” com a Raízen Energia, joint venture formada por Cosan e Shell, “que poderão, eventualmente, resultar em uma combinação de seus negócios”. A empresa do setor sucroenergético confirmou também que iniciou discussões com bancos credores sobre possível readequação de parte de seu endividamento.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

“No entanto, até a presente data, não há qualquer acordo ou proposta vinculante acerca de potencial transação com a Raízen, nem mesmo aprovação corporativa para sua realização, tampouco definição sobre as estruturas a serem eventualmente adotadas tanto para eventual transação como para a readequação do endividamento da Biosev”, disse a empresa, ressaltando que não há garantias sobre a efetivação das conversas.

Na quarta, os papéis da Biosev encerraram cotadas a R$ 5,16, representando alta de 21,99% após o anúncio de que a Raízen está em processo de negociações com a finalidade de comprar a Biosev. Segundo a agência de notícias “Bloomberg”, essa operação prevê uma reestruturação de dívida e uma troca de ações.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Segundo fontes, além da reestruturação de dívida, o acordo deve permitir que a Biosev tenha uma participação minoritária na Raízen. O possível acordo com a empresa brasileira de açúcar e combustíveis poderia ser uma solução para o endividamento da Biosev, que ocorreu principalmente devido a redução pela demanda por etanol.

A Biosev teve prejuízo líquido recorde de R$ 1,55 bilhão no ano-safra encerrado em março, sendo seu nono resultado negativo consecutivo. Enquanto a sua dívida teve um aumento de 22% em relação ao ano anterior devido à desvalorização cambial.

Essa operação seria a maior da história da Raízen.

Sobre a Biosev

A Biosev é uma das líderes do setor sucroenergético, a empresa produz açúcar, etanol e energia. Com matriz situada na cidade de São Paulo, possui 8 unidades agroindustriais em operação nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e um terminal no porto de Santos (SP).

A companhia tem capacidade anual de processamento de 31,6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.

A Biosev comercializa seus produtos em mais de 30 países da América do Norte, Europa, Ásia, Oriente Médio, Oceania e África. Desde 2013, quando abriu o capital, suas ações são negociadas no segmento Novo Mercado da B3 (Bolsa Balcão Brasil)

Com informações do Estadão Conteúdo

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião