Internacional

Jeff Bezos, fundador da Amazon, anuncia seu divórcio

0

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, anunciou seu divórcio na última quarta-feira (9).

Jeff Bezos, que é o homem mais rico do mundo, deixará sua esposa MacKenzie após 25 anos de casamento. O divórcio foi anunciado pelo casal em tweet conjunto. Bezos tem 54 anos e Mackenzie 48 anos. Ela foi uma das primeiras funcionárias da Amazon, empresa fundada pelo ex marido, que atualmente é presidente-executivo.

Bezos e MacKenzie decidiram divorciar depois de um longo período de “exploração amorosa”. Como eles explicaram no Twitter, esperam continuar como parceiros em joint ventures e projetos.

O casal tem quatro filhos. Ele se conheceram quando ambos trabalhavam na empresa de investimentos D.E Shaw, em Nova York. Os dois se casaram em 1993, Um ano antes que Bezos fundasse a Amazon. Parte do plano estratégico da Amazon teria sido concebido em uma viagem que os dois fizeram até Seattle, atual sede da empresa.

“Queremos informar às pessoas sobre um acontecimento em nossas vidas”, escreveram Bezos e MacKenzie no Twitter, “Decidimos divorciar e seguir com nossas vidas como amigos. Continuamos sendo uma família, continuamos sendo bons amigos.

Bezos e MacKenzie salientaram que durante os 25 anos em que foram casados estiveram “associados em empresas e projetos”.

MacKenzie Bezos foi uma das primeiras funcionárias da Amazon, mas hoje é uma romancista. Seu livro mais famoso é “The Testing of Luther Albright” (sem edição no Brasil). MacKenzie fundou a plataforma digital contra assédios ByStander Revolution.

Questão patrimonial

Jeff Bezos é o homem mais rico do mundo. Sua fortuna é avaliada pela revista Forbes em US$ 137 bilhões (cerca de R$ 505 bilhões). Para ter uma ideia, o Brasil gasta todos os anos cerca de R$ 27 bilhões com o programa Bolsa Família e R$ 117,2 bilhões em educação.

O patrimônio pessoal de Bezos foi acumulado graças a sua participação acionária na empresa que fundou e que dirige. Há poucos dias, a Amazon voltou a ser a empresa mais valiosa de Wall Street, com uma capitalização de US$ 811,5 bilhões. A empresa de comércio eletrônico conseguiu superar novamente a Microsoft de Bill Gates, cuja capitalização ficou em US$ 804,9 bilhões.

O divórcio do casal Bezos terá consequências patrimoniais. Se Jeff e MacKenzie dividirem a fortuna de forma igual, ela ficará com US$ 69 bilhões. Dessa forma, ela se tornaria a mulher mais rica do mundo. Mas essa divisão de bens deixara novamente Bill Gates o homem mais rico do mundo, com US$ 92,5 bilhões. O fundador da Amazon tinha superado o fundador da Microsoft em outubro de 2017.

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe do SUNO Notícias. Italiano, formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. Concluiu também um MBA em Finanças na B3. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.