Negócios

BB Seguridade registra alta de 18,5% no lucro líquido no 2ºT19

0

A BB Seguridade (BBSE3) informou nesta terça-feira (06) que obteve alta de 18,5% em seu lucro líquido no segundo trimestre de 2019 ante o mesmo período do ano passado. O lucro registrado foi de R$ 1,078 bilhão.

O montante do lucro semestral também apresentou alta de 15,1%. Entre janeiro e junho deste ano, a BB Seguridade somou R$ 2,1 bilhões de lucro líquido.

“O desempenho é consequência tanto da evolução do resultado operacional combinado das empresas do grupo, que apresentou crescimento de 10,7%, quanto do resultado financeiro combinado, que evoluiu 33,7%”, diz a empresa em comunicado.

Os prêmios de seguros emitidos registraram alta de 18,5% ante o ano passado, contabilizando R$ 2,510 bilhões. Ao somar a emissão de prêmios de seguros, contribuições e arrecadações o valor é de R$ 14,590 bilhões no trimestre. Em comparação ao mesmo período de 2018, o resultado indica alta de 10,34%.

Leia também: Taesa cresce 11% em lucro líquido do segundo trimestre de 2019

As ações ordinárias da BB Seguridade (BBSE3) encerraram o pregão desta terça-feira em alta de 2,44% na Bolsa de Valores de São Paulo. Os papéis eram negociados a R$ 32,36.

Aumento na emissão de seguros da BB Seguridade

A emissão de seguros no canal bancário aumentou 17,2% no primeiro semestre de 2019, ante o mesmo período do ano passado. Assim, os seguros de vida, habitacional e rural apresentaram altas de 5,1%, 9,4% e 7,4%, respectivamente.

A projeção de crescimento aos prêmios emitidos também foi elevada no período. A estimativa antes era de que os seguros aumentassem entre 7% a 12%. No entanto, agora a alta esperada varia entre 10% e 15%.

Contribuições de previdência

O volume de contribuições de previdência apresentou alta de 21,3% nos seis primeiros meses de 2019. Conforme o balanço da instituição, o aumento foi motivado pela alta das contribuições médias e pela adição de novos planos.

A captação líquida aumentou 34,7% na comparação anual. Com isso, as reservas de previdência chegaram a R$ 272,7 bilhões. O resultado mostra um crescimento de 12,4%. O índice de resgates apresentou o menor patamar da série histórica da empresa, com 7,1%.

As projeções de crescimento de reserva de previdência da BB Seguridade agora estão entre 9% a 12%. A estimativa antes era de 7% a 10%.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.