BB Seguridade (BBSE3): Conselho acata renúncia de CEO e elege interino

BB Seguridade (BBSE3): Conselho acata renúncia de CEO e elege interino
BB Seguridade nomeou Rafael Sperendio para a posição de diretor de finanças e relações com investidores

A BB Seguridade Participações (BBSE3) informou nesta terça-feira (20) que o seu Conselho de Administração acatou a renúncia de Bernardo Rothe ao cargo de Diretor-Presidente, conforme fato relevante divulgado na última quinta-feira (15). Em substituição ao executivo, Reinaldo Kazufumi Yokoyama foi escolhido para a vaga.

Yokoyama é o atual diretor comercial e de marketing e ficará como diretor-presidente da BB Seguridade interinamente, até a eleição e posse do novo titular do cargo.

“O sr. Reinaldo Yokoyama está na BB Seguridade desde dezembro de 2018. É funcionário de carreira do Banco do Brasil, onde ocupou os cargos de Diretor de Distribuição, Diretor de Agronegócios, Superintendente Estadual e Gerente Executivo”, informou a BB Seguridade.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Rothe, que teve a renúncia acatada pelo CDA, será vice-presidente de negócios de atacado do Banco do Brasil. O comunicado com as informações sobre as mudanças na direção da instituição foi assinado por Erik da Costa Breyer, diretor de finanças, relações com investidores e gestão das participações.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

BB Seguridade tem queda de 9% no lucro líquido no 2T20

A BB Seguridade apresentou, em meados de agosto, seus resultados trimestrais referentes ao segundo trimestre. A companhia teve um lucro líquido de R$ 981,81 milhões no período. O resultado é equivalente a uma queda de 9% em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando o lucro foi de R$ 1,07 bilhão.

De acordo com a BB Seguridade, a queda do lucro no período entre abril a junho se explica, sobretudo, pelo resultado de equivalência do IRB Brasil (IRBR3), contribuindo com R$ 69,3 milhões negativos, além do resultado financeiro da holding, com menos R$ 35,1 milhões.


A BB Seguridade salientou que a holding foi impactada em grande parte pela restituição de capital de R$ 2,7 bilhões e pela menor taxa básica de juros da economia (Selic), que atualmente está em 2%, patamar mais baixo de sua série histórica.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião