Banco Pan (BPAN4) anuncia oferta de ações de titularidade da Caixa

Banco Pan (BPAN4) anuncia oferta de ações de titularidade da Caixa
O Banco Pan (BPAN4) informou que o fundo soberano de Cingapura GIC Private Limited elevou sua participação acionária.

O Banco Pan (BPAN4) confirmou, na manhã desta sexta-feira (21), que fará uma oferta de ações secundárias de titularidade da Caixa Econômica Federal. O fato relevante publicado confirma a intenção da instituição estatal em alienar parte de sua fatia no banco.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Segundo o Banco Pan, a oferta será realizada com esforços restritos para a colocação de 89.599.665 ações preferenciais no mercado. Com base no preço de fechamento dos papéis no pregão da última quinta-feira (20), o volume das ações é equivalente a R$ 783,10 milhões — cerca de 7,4% do valor de mercado do banco.

A oferta será realizada no Brasil, em mercado de balcão não organizado para investidores profissionais, e nos Estados Unidos para investidores qualificados, com base no regulamento da U.S. Securities and Exchange Commission (SEC). Os bancos participantes da operação serão:

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

O Pan pontuou que “não haverá procedimento de estabilização do preço das ações no âmbito da oferta e, consequentemente, o preço dos papéis no mercado secundário da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) poderá flutuar significativamente após a operação”. O preço por ação será determinado após a conclusão do processo de coleta de intenções de investimento.

O documento também ressalta que não haverá a possibilidade de aumento da quantidade de ações objeto da oferta para atender eventual excesso de demanda. Além disso, caso não exista demanda para a aquisição total das ações, a oferta será cancelada; assim, inexiste a possibilidade de ser realizada uma oferta de distribuição apenas parcial. A operação tem dois objetivos:

  • Diminuir a participação da Caixa Econômica Federal na empresa
  • Aumentar o free float do banco

Por se tratar de uma oferta secundária, o Pan não receberá nenhum recurso oriundo da oferta. O capital levantado com a operação será destinado em sua totalidade para a Caixa, atual titular dos papéis.

Banco Pan registra alta de 22% no lucro do 2T20

O Pan apresentou no segundo trimestre deste ano lucro líquido de R$ 144 milhões. Em relação ao mesmo período em 2019, esse valor representa alta de 22%, quando havia registrado R$ 117,7 milhões. Já em comparação com o primeiro trimestre deste ano, o montante representa queda de 16%, frente ao lucro de R$ 170,6 milhões.

Por sua vez, o primeiro semestre apresentou crescimento de 47%, totalizando lucro líquido de R$ 314 milhões, frente ao registrado no primeiro semestre de 2019, R$ 213,8 milhões.

O patrimônio líquido encerrou o trimestre em R$ 5,1 bilhões e Índice de Basileia (indicador que mede o grau de alavancagem financeiro de uma instituição financeira) em 15,9%.

A média mensal de varejo do Banco Pan atingiu R$ 2 bilhões, volume de 11% maior do que o trimestre anterior e 23% superior ao segundo trimestre de 2019, com a expansão do canal digital. A instituição financeira totalizou em despesas com provisões para créditos R$ 414 milhões, frente aos R$ 322 milhões no primeiro trimestre deste ano e aos R$ 341 no mesmo período no ano passado.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião