Banco Pan tem aumento de capital aprovado pelo Banco Central

Banco Pan tem aumento de capital aprovado pelo Banco Central
A Caixa deve se desfazer das 89,6 milhões de ações preferenciais (PN) do Banco Pan e manter os papéis ordinários.

O Banco Pan (BPAN4) anunciou, na última quarta-feira (15), que o Banco Central (BC) autorizou seu aumento de capital, no valor de R$ 521,8 milhões. Dessa forma, o capital social do banco passou a ser de R$ 4,175 bilhões.

A operação foi realizada através de uma emissão primária e secundária de ações preferenciais (PN), totalizando R$ 1,043 bilhão, incluindo lotes suplementares. A Caixa Participações (Caixapar), que divide o controle do banco com o BTG Pactual (BPAC11), fez parte da emissão como vendedora.

Confira: Petrobras inicia processo de novo follow-on da BR Distribuidora

A colocação das ações foi feita com esforços restritos, ou seja, dirigidos apenas a investidores institucionais, no último trimestre do ano passado. Segundo o comunicado da última quarta, as ações subscritas estarão disponíveis para os compradores a partir de 20 deste mês.

Banco Pan lidera ranking de reclamações

O banco ficou mais uma vez no topo do ranking de reclamações contra grandes instituições financeiras no Brasil, no quarto trimestre de 2019, de acordo com informações divulgadas pelo Banco Central na manhã da última quarta. No terceiro trimestre de 2019, o Banco Pan também liderou o ranking de reclamações do BC com índice 149,6.

O banco registrou índice 126,5 após ter recebido 564 queixas procedentes. O índice do Banco Pan foi maior apresentado entre as instituições que possuem mais de quatro milhões de clientes.

Veja também: Banco Pan registra lucro de R$ 134,6 milhões no 3t19; alta de 174% ante 2018

Entre outubro e dezembro do ano passado, as outras instituições financeiras que foram destacadas neste ranking foram:

  • BMG (68,66)
  • Banrisul (23,3)
  • Santander Brasil (22,9)
  • Bradesco (19,36)

O Banco Pan afirmou em nota que “tem se destacado na adoção de medidas concretas para melhorar e modernizar produtos, processos e a qualidade do atendimento ao consumidor”. Além disso, a instituição disse que está a disposição em qualquer um de seus canais de antedimento.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião