Banco Original e Pine (PINE3; PINE4) são rebaixados pela Fitch

Banco Original e Pine (PINE3; PINE4) são rebaixados pela Fitch
O Banco Original e o Banco Pine (PINE3; PINE4) tiveram ratings de longo prazo rebaixados pela Fitch. Clique aqui para saber mais

Banco Original e o Banco Pine (PINE3; PINE4) tiveram ratings de longo prazo rebaixados pela Fitch de ‘B+’ para B e de ‘B’ para ‘B-‘ respectivamente, nessa quinta-feira (9).

Além disso, o Banco Original e o Pine também foram colocados em revisão negativa, ou seja há a possibilidade de mais rebaixamentos no curto prazo.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais.

Em relação ao Banco Pine, a reavaliação das notas foi motivada pelas tendências negativas de rentabilidade e capitalização da instituição. A Fitch ainda informou que o banco registrou resultados operacionais negativos durante 5 anos consecutivos, por causa dos desafios de seus novos e antigos modelos de negócios, o que levou a uma redução ainda maior nos índices de capitalização.

Além disso, a  agência de classificação de riscos salientou que o Pine será um dos blocos mais afetados com a pandemia do novo coronavírus (covid-19), visto que atualmente foca em pequenas e médias empresas.

“No entender da Fitch, os indicadores de capitalização do banco limitam sua capacidade de absorver perdas e implementar totalmente seu modelo de negócios”, informou a agência.

Ademais, o banco teve um prejuízo operacional de R$ 299,7 milhões no ano passado e o valor teria maior se não tivesse ganhado R$ 178,8 milhões com impostos atrasados.

Banco Original tem resultados operacionais negativos por 4 anos consecutivos

Já em relação ao Banco Original, a agência salientou “o Original tem registrado resultados operacionais negativos por quatro anos consecutivos, que continuam a ser afetados pelos desafios (e custos elevados) ligados à implementação da sua iniciativa de banco digital”.

Além disso, informou que a crise do coronavírus pode impactar na qualidade das ações e no lucro da instituição financeira e indicou que “o perfil financeiro do Original é pior do que o de seus pares (bancos médios)”.

Leia mais: Banco Original se prepara para captação internacional visando IPO

Em contrapartida, a instituição ampliou seus serviços para pequenas e médias empresas e tem apresentado um aumento na quantidade de clientes. Porém a estrutura de custo do banco é alta.

Em 2019 o banco apresentou um lucro líquido de R$17,7 milhões, entretanto, o valor teve influência das vendas de carteiras de crédito para a j&F. Por fim a Fitch informou que se não fosse por esse e outros fatores, como a retirada de 80% do investimento de sua corretora, o Banco Original teria registrado um prejuízo operacional de 5,2% dos ativos ponderados pelo risco.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião