Negócios

Banco Inter lança corretora de investimentos própria

0

O Banco Inter anunciou nesta quarta-feira (12) o lançamento de sua própria plataforma de investimentos.

Come essa ação, o banco decidiu comprar briga com as corretoras de valores. A nova plataforma do Banco Inter estará aberta a produtos de outras instituições financeiras e inclui um home broker gratuito. Nele, os correntistas poderão comprar e vender ações sem taxas de custódia ou corretagem.

O banco passa a oferecer na plataforma fundos de investimento e planos de previdência privada. Além disso, o Banco Inter também oferece produtos de renda fixa emitidos por outros bancos, como LCIs e CDBs, e também ativos de crédito privado, como CRIs, CRAs e debêntures. Todas as aplicações e o home broker podem ser acessados pelo aplicativo da conta digital do banco.

“Com a nova plataforma de investimentos, passamos a contar com uma estrutura mais completa, com todos os produtos do mercado, na forma digital”, declarou João Vitor Menin, presidente do Banco Inter.

Antes do lançamento do novo sistema, o Banco Inter já oferecia aos seus clientes acesso ao Tesouro Direto, poupança e produtos próprios de renda fixa, sem cobrança de taxas.

Inicialmente, as novas funcionalidades da plataforma de investimentos do banco estarão disponíveis para um grupo específico de clientes. Em seguida, serão liberadas para toda a base de correntistas de forma gradual. No terceiro trimestre deste ano, o Inter contabilizava 1,050 milhão de correntistas e 85 mil investidores.

Parceria com a Icatu Seguros

Por meio de seu aplicativo, o Banco Inter passará a oferecer os serviços de previdência privada da Icatu Seguros.

O investidor interessado responde algumas perguntas online para receber a sugestão do plano mais adequado ao seu perfil. O sistema do Banco Inter é integrado via API, uma interface que permite a agilidade no processo e segurança dos dados.

 

Compartilhe a sua opinião

Carlo Cauti
Editor-chefe da SUNO Notícias. Formado em Ciências Políticas pela universidade LUISS G. Carli de Roma e mestre cum laude em Relações Internacionais, Jornalismo Internacional e de Guerra e em Economia Internacional. No Brasil, teve passagem por veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, G1, Veja e EXAME. Também trabalhou nas agências de notícias italianas ANSA e NOVA.