Banco Inter (BIDI4) chega a 6 milhões de contas correntes

Banco Inter (BIDI4) chega a 6 milhões de contas correntes
Banco Inter (divulgação)

O Banco Inter (BIDI4) informou nesta quinta-feira (9) que alcançou os 6 milhões de correntistas. A informação foi incluída em uma nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pelo banco.

No começo de abril, o Banco Inter tinha alcançado 5 milhões de clientes. Isso significa que em apenas um trimestre foram abertas 1 milhão de contas.

“Atingimos mais de 3,1 milhões de clientes com saldo em conta no segundo trimestre, com saldo médio de 1.172 de reais e transacionamos cerca de 3 bilhões de reais em cartões, crescimento de 83,7%”, informou a nota.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além do aumento do número dos correntistas, o Banco Inter aumentou de 71% a concessão de crédito no segundo trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a um valor de R$ 1,5 bilhão.

Segundo a análise prévia divulgada pelo próprio banco, o crédito consignado foi o grande protagonista nesse período, crescendo 150% para R$ 489 milhões.

Em segundo lugar está o crédito obtido por empresas, que aumentou 72% para R$ 676 milhões. Em terceiro lugar, o financiamento imobiliário, que cresceu 20% para R$ 373 milhões.

No setor de seguros, o Banco Inter alcançou 113 mil clientes, através da divisão Inter Seguros. Além disso, foram vendidas 48,3 mil apólices e consórcios, registrando um crescimento de anual de 672%.

Por sua vez, as transações realizadas pelo marketplace aumentaram 218% chegando a R$ 122,8 milhões.

Banco Inter anuncia aumento do capital social

O Banco Inter informou que irá aumentar seu capital social em R$ 13,82 milhões. A medida foi aprovada por seu Conselho de Administração.

Segundo o aviso aos acionistas, o Banco Inter irá emitir 1,502 milhão de novas ações; dessas, 779.201 serão ordinárias e 723.514 serão preferenciais. A adesão às ações será realizada por meio de subscrição particular.

De acordo com o banco, “será assegurado o direito de preferência na subscrição das novas ações aos acionistas que compuserem a posição acionária no banco em 3 de julho de 2020”. Os investidores da instituição financeira poderão exercer o direito de preferência na proporção de 0,213773% sobre a posição acionária detida.

Saiba mais: Banco Inter (BIDI4) anuncia aumento do capital social por meio de subscrições

O comunicado, ainda, informa que as ações e units adquiridas a partir de 6 de julho não farão jus ao direito de preferência (negociação ex-subscrição), bem como aos juros sobre capital próprio (JCP), em negociação ex-JCP.

O Banco Inter determinou que as ações ordinárias serão precificadas em R$ 8,604 por papel, com um deságio de 20% sobre a cotação média dos últimos 10 pregões. Com a mesma base comparativa, as ações preferenciais serão negociadas a R$ 9,844 por papel, com deságio de 20%.

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião