Negócios

Banco Inter aumenta seu valor e chega a 12% do Banco do Brasil

0

Em relatório divulgado nesta quinta-feira (15) o Banco Inter (BIDI4), da família Menin, informou que obteve um salto de 540% no preço das ações preferenciais em um ano.

Comparando o valor de mercado de aproximadamente R$ 16 bilhões do Banco Inter na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), o número corresponde a:

  • 12% do Banco do Brasil;
  • 10% do Santander;
  • 6% do Bradesco;
  • 5 % do Itaú Unibanco.

O Banco, que abriu seu capital há quase um ano e meio, registrou uma forte valorização de suas ações. Isso permitiu que o banco digital chegasse à frente  de gigantes do B3, como por exemplo, a Embraer em termos de valor de mercado.

Banco Inter quer atrair Softbank como parceira

A instituição mineira, contudo, ainda está se aproximando da metade do valor do Nubank, que atingiu um valor acima de R$ 40 bilhões. O Banco da família Menin vale R$ 7 bilhões a mais do que a MRV, a contrutora residencial que a família também é proprietária.

O Inter tem investido fortemente em tecnologia e estratégia. No follow-on, que foi realizado em julho, o banco conseguiu atrair o banco japonês Softbank como sócio. O convite já foi feito, e a expectativa dos Menin é a de que os nipônicos possam enxergar uma sinergia de seus investimentos em outras diversas empresas, com negócios de vanguarda.

O “superapp”, que será lançado em setembro, deve ser utilizado como porta de entrada. O app dará a possibilidade para que o cliente do banco tenha acessos a serviços não financeiros em categorias como: mobilidade, turismo e entretenimento.

Banco Inter lucra R$ 32,9 milhões no segundo trimestre

O Banco Inter registrou um lucro líquido de R$ 32,9 milhões entre abril e junho. Um resultado que representa uma alta de 92,3% em relação aos mesmos meses do ano passado, quando o valor tinha sido de R$ 17,1 milhões.

O Retorno sobre Patrimônio Líquido (ROE) do Banco Inter ficou em 13,7%, 3,2% maior que o mesmo período no ano passado.

Saiba mais: Banco Inter lucra R$ 32,9 milhões no segundo trimestre; alta é de 92,3%

O resultado operacional no segundo trimestre de 2019 foi de R$ 5,806 milhões, em queda em relação ao trimestre anterior, quando tinha sido de R$ 6,781 milhões. No segundo trimestre de 2018 esse resultado tinha sido de R$ 27,796 milhões.

Por outro lado, o lucro líquido do Banco Inter foi impulsionado pelo resultado não operacional do segundo trimestre, que alcançou R$ 38,845 milhões. No trimestre anterior esse resultado tinha sido negativo de R$ 2,259 milhões. No segundo trimestre de 2018 esse resultado tinha sido negativo de R$ 4,414 milhões.

Compartilhe a sua opinião

Rafael Lara
Rafael Lara cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Escreve sobre política, economia e negócios para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na TV Gazeta na produção do programa Edição Extra.