BB, Itaú (ITB4) e Bradesco (BBDC4) reduzem juros de financiamentos

BB, Itaú (ITB4) e Bradesco (BBDC4) reduzem juros de financiamentos
Banco do Brasil, Itaú e Bradesco reduzem juros de financiamentos logo após decisão do Copom

O Itaú Unibanco (ITUB3; ITUB4), o Bradesco (BBDC3; BBDC4) e o Banco do Brasil (BB), anunciaram nessa quinta-feira (5) que reduziram os juros de financiamentos. A decisão que passa a valer na próxima segunda-feira (10), veio logo após o anuncio do Copom sobre o corte de 0,25% na Selic.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

O Itaú explicou que reduziu em 0,25 ponto percentual os juros para linhas de empréstimo pessoal para pessoas físicas e para o capital de giro, no caso de empresas.

Por sua vez, o Bradesco salientou que algumas linhas de créditos contemplarão a redução, mas não identificou para quais empréstimos.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Em contra partida, o Banco do Brasil definiu que reduzirá de 6,99% para 6,59% ao ano, os juros nas linhas de crédito imobiliário (SFH e CF), enquanto a taxa para o home equity passará de 0,80%, para 0,78% ao mês. Já os juros para a linha de crédito estruturado cairá para 0,75%, de 0,77% ao mês.

Em relação as empresas, os descontos de títulos devem cair para 0,66% ante 0,76% ao mês, atualmente. Os desconto de cheques terão taxa de 1,05% contra 1,07% ao mês. Já a antecipação de crédito ao lojista (ACL) cairá de uma taxa de 0,74%, para 0,72% ao mês.

Além disso, o crédito rotativo terá uma taxa de 1,91% ao mês, contra os 1,93% atuais.

As linhas de agronegócio do Banco do Brasil não ficarão de fora dos cortes nos encargos. Segundo a instituição, os juros para a linha de custeio passarão de 7,25%, para 7% ao ano, ao passo que a na comercialização a nova taxa será de 6,90% ao ano.

Copom corta Selic em 0,25 p.p. e taxa de juros cai para 2%

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu em unanimidade, após sua 232ª reunião desta quarta-feira (5), cortar a taxa básica de juros (Selic) em 0,25%. Com o novo corte, a taxa caiu para 2% ao ano, uma nova mínima histórica.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião