Mercado

Banco Central anuncia que só receberá documentos eletrônicos

0

O Banco Central (BC) informou na quinta-feira (19), através de uma Carta Circular que só receberá documentos por meio eletrônico. A medida tem como objetivo conter a propagação do novo coronavírus (Covid-19).

Embora a decisão seja provisória o Banco Central tomou a decisão de fechar todos seus procedimentos físicos no país.

O BC ainda informou que os documentos deverão ser enviados através de Protocolos Digitais. Para que os usuários tenham acesso a ferramenta, devem acessar um link específico, que está disponível na página da internet do Banco.

Além disso os pedidos para autorização fiscal para instituições financeiras, também deverão ser enviados através do protocolo eletrônico.

O banco alertou que nesse momento, os cidadãos devem fazer online tudo o que puderem, na tentativa de conter a atual pandemia.

Banco Central cortou Selic

Como consequência da atual crise do coronavírus, O BC decidiu cortar a taxa básica de juros (Selic) em 0,50%. Com o novo corte a taxa caiu para 3,75%, uma nova mínima histórica.

Embora o mercado já estivesse esperando o corte, a expectativa era de um corte maior, de até 1 ponto percentual.

Em comunicado sobre a decisão, o Comitê de Políticas Monetárias informou: “uma desaceleração significativa do crescimento global, queda nos preços das commodities e aumento da volatilidade nos preços de ativos financeiros”.“Nesse contexto, apesar da provisão adicional de estímulo monetário pelas principais economias, o ambiente para as economias emergentes tornou-se desafiador”.

Saiba mais: Coronavírus e Mercado Financeiro | Saiba quais oportunidades você pode estar perdendo

Além disso, o Banco Central fechou um acordo temporário, na última quinta-feira, com o Federal Reserve (FED) para dar liquidez de dólares.

“Esses mecanismos são projetados para ajudar a diminuir as tensões nos mercados globais de financiamento em dólares, mitigando os efeitos dessas tensões no fornecimento de crédito para famílias e empresas, tanto no mercado interno quanto no exterior”, informou o Banco Central estadunidense.

Em nota, a autoridade monetária brasileira informou que “o Banco Central do Brasil ressalta que continuará fazendo uso de todo o seu arsenal de medidas de políticas monetária, cambial e de estabilidade financeira no enfrentamento da crise atual”.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Laura Moutinho
Estagiaria na Suno Notícias, escreve notícias que afetam o mercado financeiro. Estuda administração na Universidade Presbiteriana Mackenzie.