Negócios

Banco BMG pretende chegar a 800 lojas help! até 2020

0

O diretor financeiro do BMG (BMGB11), Flávio Pentagna Guimarães Neto, informou que o banco pretende chegar a 800 unidades da rede de lojas de crédito help!. A declaração ocorreu, nesta segunda-feira (18), durante uma teleconferência com analistas.

A loja de crédito do Banco BMG já conta com 732 unidades. A help! oferece empréstimos e possui como público-alvo aposentados, pensionistas do INSS e servidores públicos.

“Devemos continuar com um ritmo elevado de abertura de lojas no próximo ano, mas diminuindo em relação a este, quando mais do que dobramos o total de unidades. A partir de certo ponto a estratégia passa a ser mais de rentabilizar as lojas existentes do que aumentar o número total”, afirmou Guimarães Neto.

Black Friday Suno – as melhores análises sobre investimentos com descontos incríveis! Cadastre-se para ser o primeiro a saber.

O executivo destacou também que o banco está desenvolvendo um programa para desacelerar o crescimento de suas despesas em 2020. Por meio da medida, a instituição financeira pretende manter a estabilidade nas despesas mesmo após uma série de investimentos em tecnologia.

Além disso, Guimarães Neto declarou que o banco estabeleceu um acordo com uma empresa de securitização para captar recursos que serão destinados para as operações de crédito consignado. O diretor financeiro afirmou ainda que o banco cederá R$ 1,5 bilhão em empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS.

Resultados do BMG no terceiro trimestre

No terceiro trimestre deste ano, o BMG registrou lucro líquido recorrente de R$ 88 milhões. Quando comparado ao mesmo período do ano passado, o montante indica alta de 14,3%.

Este é o primeiro balanço de resultados divulgado pelo banco desde a oferta inicial de ações (IPO), que ocorreu em 28 de outubro.

Saiba mais: IPO do BMG tem demanda superada em quatro vezes a oferta, diz jornal

A margem financeira aumentou 32,1% na comparação anual e atingiu R$ 724 milhões. Além disso, o custo do crédito também aumentou 60,7%, para R$ 279 milhões.

O número de clientes do banco chegou a 3,9 milhões em setembro. Já o banco digital da instituição financeira, lançado no início deste ano, encerrou o terceiro trimestre com 610 mil clientes.

O índice de inadimplência do BMG aumentou 0,2 ponto percentual quando comparado ao trimestre anterior e foi de 3,5% no final de setembro. Por outro lado, na comparação anual houve queda de 0,4 ponto percentual.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.