Balança comercial: setembro registra superávit recorde de US$ 6,164 bi

Balança comercial: setembro registra superávit recorde de US$ 6,164 bi
Balança comercial: setembro registra superávit de US$ 6,164 bilhões

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia divulgou nesta quinta-feira (1) que a balança comercial brasileira registrou um superávit recorde em setembro. As exportações superaram as importações em US$ 6,164 bilhões (aproximadamente R$ 34,8 bilhões), o maior resultado para o mês desde 1989. Além disso, o superávit anual já soma US$ 42,445 bilhões (aproximadamente R$ 239,66 bilhões).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Apesar do recorde, tanto as exportações quanto as importações registraram quedas na média diária em comparação ao mesmo período do ano passado. Entretanto, as compras vindas do exterior sofreram reduções drásticas, o que consequentemente levou a balança comercial a ficar positiva.

Em valores absolutos, as exportações somaram US$ 18,459 bilhões em setembro, ao passo que as importações foram de US$ 12,296 bilhões.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A média diária das importações caiu 25,5% em relação a setembro de 2019, registrando diminuições nos seguintes setores:

  •  Indústria extrativa: 50,0%
  •  Indústria de transformação: 24,8%
  • Agropecuária: 2,8%

Enquanto nas exportações, a queda foi de 9,1%, registrando reduções no setor da indústria de transformação, de 18,7%, ao passo que a agricultura teve alta de 3,2% na média diária, enquanto a indústria extrativa observou aumento de 9,2%.

Em setembro de 2019, o saldo positivo da balança havia ficado em US$ 3,803 bilhões. O Ministério da Economia divulgou ainda os superávits de US$ 977 milhões na 4ª semana de setembro (21 a 27) e de US$ 527 milhões na 5ª semana (28 a 30).

Balança comercial em agosto

A Secretaria do Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, informou no dia 1 de setembro que a balança comercial brasileira registrou em agosto desse ano um superávit de US$ 6,6 bilhões. Esse é o maior superávit para o mês desde o início da série histórica.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a balança comercial cresceu 68,9%. Já no acumulado do ano até o 8° mês, o saldo foi de US$ 36,6 bilhões. O montante é 13,6% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

Apesar disso, as exportações e importações caíram 5,5% e 25,1%, respectivamente no mês passado, na comparação anualizada, considerando a média diária. Foram exportados US$ 17,7 bilhões em agosto, enquanto as importações somaram US$ 11,1 bilhões.

Já no acumulado do ano, até o mês anterior, as exportações somam US$ 138,6 bilhões, enquanto as importações totalizam US$ 102 bilhões. Ambas recuaram na comparação anual, com quedas de 6,6% e 12,3%, respectivamente.

Saiba Mais: Balança comercial tem superávit recorde para o mês de agosto

Em relação aos setores, o agropecuário apresentou uma alta de 14,6% nas exportações ante agosto de 2019, ao passo que nas indústrias extrativa e de transformação houve queda de 15,4% e 7,7%, nessa ordem.

Enquanto isso, as importações na agropecuária, tiveram um resumo de 0,8%, ao passo que na indústria extrativa a queda foi de 59,5% e na indústria de transformação houve um resumo de 23,8%.

No acumulado do ano o saldo da balança comercial chega a aproximadamente US$ 39,6 bilhões.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião