Mercado

B3: Período de liquidação da Bolsa é reduzido para D+2

0

A B3 informou que o Projeto de Ciclo de Liquidação D+2, foi autorizado pelo Banco Central do Brasil (BCB) e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Dessa forma, o ciclo de liquidação do mercado a vista de renda variável foi reduzido de três dias úteis (D+3) para dois dias úteis (D+2).

O ciclo de liquidação D+2 será aplicado na B3 no próximo dia 27, primeira sessão de negociação no mercado a vista de renda variável com operações contratadas para liquidação no novo ciclo, ou seja, 29 de maio.

De acordo com a B3, o novo modelo de liquidação dará os seguintes benefícios:

  1. Reduzir o risco de contraparte para investidores individuais, participantes e CCP.
  2. Tornar mais eficiente os processos de post-trading, inclusive reduzindo custos.
  3. Diminuir o risco operacional.
  4. Aumentar a disponibilidade de capital.

O novo ciclo será aplicado após a conclusão de todos os testes na plataforma da Câmara B3, tendo em que vista que já foram concedidas todas as autorizações dos órgãos regulatórios para que o projeto seja implementado.

Fases do D+2

O formato do projeto está sendo construído junto a participantes do mercado que contribuem no modelo e nas determinações de prazos de testes e implementação.

Buscando realizar um modelo de negócio mais eficiente e menos impactante ao mercado financeiro, foram realizadas 29 reuniões do grupo de trabalho entre fevereiro e março de 2018, com as seguintes frentes:

  1. Grades e Fluxos
  2. Alocação, pre-matching e câmbio
  3. Ofertas públicas
  4. Depósitos e Eventos corporativos

Fases do Projeto D+2 (Fonte: B3)

Além disso, a B3 ainda divulgou o cronograma para a implementação do novo ciclo de liquidação.

Cronograma para implementação do Projeto D+2 (Fonte: B3)

Bolsa supera 1 milhão

No último mês, a Bolsa de Valores de São Paulo (B3) superou a marca histórica de 1 milhão de investidores pessoas físicas. A Bolsa paulistana registrou 1.046.244 de cadastros ativos de investidores pessoas físicas, quanto março contava com 982 mil investidores desse tipo.

Saiba mais: Bolsa de Valores chega a 1 milhão de investidores pessoas físicas

Compartilhe a sua opinião

Renan Bandeira
Renan Bandeira escreve sobre política e economia para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou em uma rede de televisão, onde fazia reportagens sobre os mesmos temas. Estuda na Universidade Metodista de São Paulo.