Mercado

Bolsa de Valores: B3 vai incluir Azul e IRB na nova composição do Ibovespa

0

A B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, vai incluir a companhia aérea Azul (AZUL4) e o Instituto de Resseguros do Brasil (IRBR3) na composição do seu principal índice. A Bolsa divulgou nesta segunda (1º) a primeira prévia do Ibovespa que vai vigorar de 6 de maio a 30 de agosto, com base no fechamento do pregão de 29 de março.

Com a entrada da Azul e do IRB, a carteira do Ibovespa agora soma 66 ativos de 63 empresas. A B3 divulga regularmente três prévias das novas composições dos índices.

Os papéis da Azul apresentavam alta de 1,18% no início da tarde. Já as ações do IRB subiam 0,44%.

Saiba mais: Ibovespa bate marca histórica e chega aos 100 mil pontos

A primeira prévia é apresentada no primeiro pregão do último mês de vigência da carteira em vigor. A segunda é divulgada no pregão seguinte ao dia 15 do último mês de vigência da carteira em vigor, e a terceira prévia, no penúltimo pregão de vigência da carteira em vigor.

Saiba mais: Ibovespa em alta; Mercado aguarda novidades da reforma da Previdência

Os cinco ativos que registraram o maior peso na composição do índice foram:

  • Itaú Unibanco (ITUB4): 10,281%
  • Vale (VALE3): 9,889%
  • Bradesco (BBDC4): 8,680%
  • Petrobras (PETR4): 7,695%
  • Petrobras (PETR3): 5,251%

Os ativos que tiveram o maior peso na composição da carteira anterior do índice, válida de 7 de janeiro a 3 de maio, foram:

  • Itaú Unibanco (ITUB4): 10,801%
  • Vale (VALE3): 10,774%
  • Bradesco (BBDC4): 8,570%
  • Petrobras (PETR4): 7,208%
  • Petrobras (PETR3): 5,015%

Saiba mais: Boletim Focus: crescimento do PIB cai para menos de 2%

Entenda o que é o Ibovespa

O Ibovespa é o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo. Os fatores que levam uma empresa a ser listada nesse índice são dois:

  • Liquidez, ou seja, o quanto a ação dessa empresa é negociada num determinado número de pregões;
  • Volume financeiro, ou o valor total dos negócios envolvendo ações de determinada empresa.

Pela forma como o índice é composto, acabam fazendo parte do Ibovespa companhias maiores e bastante negociadas, como Petrobras, Vale, Itaú e Bradesco.

Justamente por refletir o desempenho das maiores companhias do país, o índice também é um benchmark para a economia brasileira. Quando a economia vai mal, o Ibovespa reflete isso. O mesmo ocorre quando tudo vai bem.

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo tem por objetivo atuar como um termômetro do mercado financeiro. É um indicador do desempenho de como foi a média das negociações realizadas em um determinado período. Sua metodologia de cálculo é definida pela própria B3, através de uma média de uma carteira teórica de ações.

O fato de uma ação não se encontrar dentro do Ibovespa em determinado momento, no entanto, não significa necessariamente que a empresa em questão seja melhor ou pior que uma companhia com suas ações incluídas nesse parâmetro. Significa, sim, que as empresas que lá se encontram têm suas ações mais negociadas através de um volume financeiro mais relevante.

Compartilhe a sua opinião

Guilherme Caetano
Formado em jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP, Guilherme Caetano escreve para o portal de notícias da Suno Research. Passou pelas redações da Folha de S.Paulo e da revista Época.