Azul (AZUL4) adia divulgação de resultados do 2T20

Azul (AZUL4) adia divulgação de resultados do 2T20
Azul (divulgação)

A Azul (AZUL4) anunciou nesta segunda-feira (13) que a divulgação de seus resultados referentes ao segundo trimestre deste ano foi adiada. O anúncio, que anteriormente seria feito no dia 6 de agosto, será realizado daqui um mês, no dia 13, antes da abertura do mercado.

A Azul registrou um prejuízo líquido de R$ 6,14 bilhões no primeiro trimestre deste ano, já com impacto da pandemia de coronavírus, que chegou ao País em meados de março. Desconsiderando perdas com marcação a mercado e variação cambial, o prejuízo ajustado entre janeiro e março deste ano foi de R$ 975,3 milhões, frente a um lucro ajustado de R$ 113,4 milhões no mesmo intervalo do ano anterior. A receita líquida teve alta de 10,3%, chegando R$ 2,80 bilhões.

Aumento da demanda de voos da Azul em maio

Em junho, a Azul divulgou ao mercado os seus resultados preliminares de tráfego do mês de maio deste ano. A demanda total por voos, medida por passageiros-quilômetro transportados (RPK, em inglês), apresentou aumento de 51,6% em relação a abril. A oferta de assentos (ASK) da Azul também cresceu, em 44,8%, em maio.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

Venda de participação na TAP para o governo de Portugal

A Azul vendeu sua participação indireta de 6% na companhia portuguesa TAP para o governo português por R$ 65 milhões. A informação foi divulgada no dia 8 de julho pela companhia aérea.

Com o acordo, a Azul renuncia seu direito de conversão dos bônus seniores que detém, de € 90 milhões (R$ 541 milhões) com vencimento em 2026. Entretanto, a companhia informou que “além disso, todas as demais condições contratuais dos bônus seniores serão mantidas, incluindo o status de credor sênior, taxa de juros anual de 7,5% e o direito à constituição das garantias previstas nos respetivos termos e condições, como o programa de fidelidade da TAP”.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião