Negócios

Azul assina contrato para aquisição de 75 aeronaves da Embraer

0

O presidente da Azul (AZUL4), John Rodgerson, anunciou, na última quinta-feira (16), que a companhia aérea assinou um contrato para a compra de 75 aeronaves da Embraer.

As afirmações sobre aquisições de aviões, objetivo de 200 destinos e voos diários para Nova York, fizeram os papéis preferenciais da Azul reverterem de negativo, na maior parte do dia, para positivo de 0,24% no encerramento do pregão da última quinta, cotados a R$ 59,44.

As ações da companhia abriram em alta nesta sexta-feira (17). Por volta das 11h, os papéis variavam 1,24% sendo cotados a R$ 60,18.

Confira Também: Azul tem como objetivo chegar a 200 cidades em 4 anos

As afirmações foram feitas durante o encontro com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o Ministério da Economia, em Brasília. De acordo com o executivo, a pauta da reunião foi a expansão da empresa e novas formas de ampliar a eficiência no setor.

“A gente recebe uma aeronave da Embraer e tem que exportar para depois importar a própria aeronave. Conversamos a respeito disso. Estamos crescendo muito e conversando sobre como podemos trabalhar melhor e juntos”, salientou Rodgerson.

Na reunião, o diretor informou que um dos objetivos da Azul é chegar a 200 cidades no Brasil em um período de 3 a 4 anos. Atualmente, a companhia opera atendendo 150 destinos.

Voos diários para Nova York

A companhia aérea  também anunciou, na última quinta, que oferecerá voos diários para Nova York a partir do dia 15 de junho. Os voos partirão do aeroporto de Viracopos, em Campinas, para o aeroporto John F. Kennedy.

A nova rota operada pela Azul terá cerca de nove horas de duração e será feita em aeronaves Airbus A330. As passagens de ida e volta para Nova York começaram a ser comercializadas no dia do anúncio, com preços a partir de R$ 2.421,00.

O destino será a terceira cidade dos Estados Unidos que conta com voos da empresa brasileira. Além de Nova York, a aérea já possui rotas para Orlando e Fort Lauderdale.

A nova rota fará com que a oferta de voos da Azul entre o Brasil e os Estados Unidos passe para 30 frequências semanais. Além disso, o aeroporto de Viracopos terá ligações diretas com 60 destinos. Destas rotas, seis delas serão internacionais: Orlando, Fort Lauderdale e Nova York, nos Estados Unidos, Lisboa e Porto, em Portugal, e Buenos Aires, na Argentina.

“Iniciamos o ano com ótimas novidades para nossos Clientes. Estamos desenvolvendo a aviação regional, atendendo a aviação doméstica brasileira e, com a consolidação desse negócio, podendo expandir também a nossa operação internacional”, afirmou o presidente da Azul, John Rodgerson.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.