Negócios

Avianca entra com pedido de recuperação judicial

0

A Avianca Brasil entrou com pedido de recuperação judicial, na 1ª Vara Empresarial de São Paulo, na última segunda-feira (10).

A Avianca pede R$ 50 milhões, que está em segredo de Justiça. A Avianca enfrenta dificuldades para pagar fornecedores e cumprir obrigações com aeroportos, após se expandir rapidamente no setor.

Desde a última semana, a empresa aérea pede a retomada de aeronaves que foram arrendadas por falta de pagamentos.

Saiba mais: TRF derruba liminar que suspendia acordo entre Embraer e Boeing

Entretanto, com os atrasos nos pagamentos de fornecedores e das obrigações com concessionárias de aeroportos, a companhia corre risco de perder 11 aviões. Esse valor corresponde a 18% da frota Constitution Aircraft, da aérea.

De acordo com o pedido de recuperação judicial, caso as aeronaves sejam retomadas, a companhia aérea será forçada a cancelar voos entre 10 e 31 de dezembro, atingindo 77 mil passageiros.

As dívidas com os aeroportos brasileiros (públicos e privados) chega a quase R$ 100 milhões. Entretanto, R$ 25 milhões deverão ser pagos ao de Guarulhos.

Porém, nos últimos dias, parte dessa dívida foi paga pela companhia aérea.

A Avianca captou R$ 130,7 milhões com bancos (ABC, Daycoval, Safra e Fibra), com vencimentos entre 2018 e 2021. Desta forma o endividamento foi elevado para R$ 306 milhões. No final de 2017, a dívida estava em R$ 194 milhões.

Compartilhe a sua opinião

Renan Bandeira
Renan Bandeira escreve sobre política e economia para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou em uma rede de televisão, onde fazia reportagens sobre os mesmos temas. Estuda na Universidade Metodista de São Paulo.