Assembleia da Netshoes aprova oferta da Magalu a US$ 3,70

Assembleia da Netshoes aprova oferta da Magalu a US$ 3,70
Assembleia da Netshoes aprova oferta da Magalu a R$ 3,70

A assembleia dos acionistas da Netshoes aprovou a proposta de compra da Magazine Luiza (MGLU3). O preço por ação foi de US$ 3,70, o que resulta em um valor total de cerca de US$ 127,3 milhões.

Saiba mais: Netshoes diz não ter tempo para avaliar nova proposta da Centauro 

A Netshoes tinha recebido na noite da última quinta-feira (13) uma nova proposta de compra por parte da Centauro (CNTO3). Entretanto, o grupo de e-commerce salientou que não tem tempo para avaliá-la.

A Centauro tinha proposto um preço de US$ 4,10 por ação. Um valor que representaria um incremento de 9,75% em relação ao valor apresentado anteriormente pela Magazine Luiza, de US$ 3,70.

Saiba mais: Centauro aumenta oferta para Netshoes em US$ 4,10 por ação 

“A oferta da Centauro sana diversas das principais preocupações com suas ofertas anteriores, incluindo o fornecimento de um empréstimo-ponte de R$ 120 milhões. Por outro lado, ainda que a Centauro tenha conseguido resolver esses problemas, há contínua incerteza sobre a duração do processo de revisão antitruste, o que cria risco à companhia considerando seus severos problemas de liquidez“, informou a Netshoes em uma nota ao mercado.

As ações da Netshoes, negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), fecharam o pregão da quinta-feira em US$ 3,80. Entretanto, os papes registravam uma queda de 2,11% nesta manhã, antes da abertura do mercado, cotados a US$ 3,71.

Na última quarta-feira (12), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), tinha informado que avaliaria a proposta da Centauro em até 30 dias. Entretanto, a Netshoes reiterou que “o timing da transação da Centauro, incluindo a aprovação dos acionistas e dos órgãos antitruste, permanece incerto”. O conselho da varejista da internet acabou preferindo a oferta da Magazine Luiza.

Entenda o caso

Na última quinta, a Centauro tinha elevado mais uma vez a oferta para a Netshoes, chegando a R$ 4,10,após a decisão da Magazine Luiza de acirrar a disputa oferecendo US$ 3,70 por ação.

Saiba Mais: Centauro faz terceira proposta para aquisição da Netshoes

Essa era a quarta proposta da Centauro pela Netshoes, e chegou em menos de 24h após a contra-oferta da Magalu.

O conselho de administração do Grupo SBF, que controla a Centauro, chegou a confirmar “seu inequívoco interesse e apoio à combinação de negócios da Centauro e da Netshoes”.

No dia 4 de junho, a Netshoes informou que tinha mais interesse na proposta do Magalu devido a situação financeira que a empresa se encontra. Com isso, a Centauro propôs na nova oferta de emprestar 120 milhões para acelerar o capital de giro.

Saiba mais: Magazine Luiza eleva oferta após nova proposta da Centauro pela Netshoes 

O Magalu tinha oferecido, no dia 29 de abril deste ano, uma proposta de US$ 2 por ação, valor equivalente a US$ 62 milhões. Dessa forma, a Netshoes fechou um acordo que foi aprovado pelo Cade.

No entanto, no dia 23 de maio, a Centauro entrou na disputa e ofereceu US$ 2,80 por ação, ou seja, US$ 87 milhões. Por sua vez, no dia 26 de maio, o Magalu respondeu elevando a oferta com US$ 3 por ação ação, somando US$ 93 milhões.

Saiba Mais: Netshoes convoca nova reunião para aprovar proposta do Magazine Luiza

Como tréplica, no dia 28 de maio, a Centauro aumentou ainda mais ultrapassando os US$ 100 milhões, total de 3,50 por ação.

No entanto, a Netshoes havia informado interesse na proposta do Magalu, porque uma possível fusão com a Centauro geraria uma nova reunião com os acionistas e como o Cade. Além disso, outro motivo foi o momento financeiro da companhia.

Desse modo, com o objetivo de salientar as “incertezas” a Centauro aumentou a proposta eliminando as principais dúvidas.

Em resposta, o Magazine Luiza informou que o Conselho de Administração da Netshoes “reiterou, por unanimidade, sua recomendação de que os acionistas da Netshoes votem favoravelmente à aprovação da operação proposta pela companhia”.

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião