Apple e Tesla disparam na Nasdaq após desdobramentos de ações

Apple e Tesla disparam na Nasdaq após desdobramentos de ações
Este foi o quinto desdobramento de ações da Apple e o primeiro da Tesla

As ações da Apple (Nasdaq: AAPL) e da montadora de veículos elétricos Tesla (Nasdaq: TSLA) operam em forte alta nesta segunda-feira (31) na bolsa automática dos Estados Unidos após desdobramentos de ações (split).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Às 15h50, os papéis da Apple registravam alta de 4,60%, negociadas a US$ 130,55 (cerca de R$ 713,85), enquanto a Tesla apresentava uma valorização de 11,23%, cotada a US$ 492,40 (equivalente a R$ 2.692,44). As ações da criadora do iPhone tiveram um desdobramento na proporção de um para quatro, ao passo que a montadora do Elon Musk tiveram um split de um para cinco.

A Apple comunicou, em relatório de resultados do segundo trimestre, divulgado em 30 de julho, que o desdobramento da ação irá torná-la mais acessível aos investidores, aumentando a base de acionistas da empresa.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Com isso, esse se tornou o quinto processo de desdobramento de ações de gigante do Vale do Silício desde sua listagem em 1980, o último ocorreu no ano de 2014, na proporção de sete para um. Essa, por sua vez, foi a primeira experiência da Tesla nesse sentido.

Split torna papéis da Apple e Tesla mais ‘acessíveis’

O desdobramento de ações torna possível comprar os papéis das companhias sem a necessidade de desembolsar um grande valor para adquirir apenas um ativo. Em contrapartida, integrantes do mercado questionam a medida, em vista do fato de que mais corretoras oferecem ações fracionárias.

No acumulado anual, as ações da Apple apresentam uma valorização de mais de 77%, enquanto os papéis da Tesla obtiveram uma alta de quase 484% entre os meses de janeiro e agosto de 2020. Com a bonança, a criadora do iPhone superou a marca de US$ 2 trilhões em valor de mercado em 19 de agosto, para se tornar a primeira companhia norte-americana a atingir esse patamar. No mesmo sentido, a fabricante de veículos elétricos ultrapassou a Toyota para ostentar o título de montadora mais valiosa do planeta.

Na esteira da forte alta das empresas de tecnologia, as ações da Apple fecharam o pregão da última sexta-feira (28) a US$ 499,23; ao passo que os papéis da Tesla encerram a semana passada cotados a US$ 2.213,40.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião