Negócios

Ambev (ABEV3) apresenta lucro líquido de R$ 12,54 bilhões em 2019

0

A Ambev (ABEV3) apresentou, nesta quinta-feira (27), um lucro líquido ajustado de R$ 12,54 bilhões referente a 2019. O resultado é 8,5% maior do que o acumulado de 2018.

A maior fabricante de cervejas e refrigerantes da América Latina também divulgou seu resultado do quarto trimestre do ano passado. Segundo a Ambev, apenas no intervalo entre outubro e dezembro, o lucro ajustado foi de R$ 4,63 bilhões, crescimento de 24,4% frente ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida consolidada da empresa subiu 7,9% no ano passado, atingindo R$ 52,6 bilhões, enquanto o volume de vendas registrou um crescimento de 2,7%. A companhia destaca o aumento de receita na América Central e Caribe (+9,8%) e América Latina Sul (+13,8%).

Em 2019, o volume de cerveja vendido no País aumentou 3,2%, chegando a 80,3 milhões de hectolitros, enquanto que a receita foi elevada em 5,6%.

“No ano, as marcas premium do portfólio (Stella Artois, Budweiser, Corona e Becks) cresceram dois dígitos, desempenho que faz da Ambev a líder absoluta do segmento no país”, destacou a companhia.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 21,14 bilhões no acumulado anual, e R$ 6,92 bilhões no quarto trimestre, quedas de 2,5% e 9,3%, respectivamente.

De acordo com a companhia, o fluxo de caixa das atividades operacionais no último trimestre do ano foi de R$ 9,63 bilhões, alta de 9,6% frente o mesmo período de 2018. Já o CAPEX cresceu 48,1%, para R$ 2,003 bilhões.

Veja também: Carteira recomendada: XP indica Ambev e Lojas Americanas

Em todo o ano passado, a empresa distribuiu R$ 7,7 bilhões na forma de juros sobre capital próprio. Além disso, a posição de caixa da Ambev no último dia de 2019 era de 8,85 bilhões.

AB InBev perde mercado nos EUA

A Anheuser-Busch InBev (AB InBev) encerrou o quarto trimestre do ano passado com um lucro líquido de US$ 114 milhões (R$ 507,29 milhões), em queda de 75% em relação aos US$ 456 milhões apurados no último trimestre do ano anterior. A empresa associou a queda a custos elevados no período e à perda de participação de mercado norte-americano.

Nos Estados Unidos, principal mercado da companhia, a receita foi retraída em 1,8% com queda em volume de vendas. Além disso, o Ebitda somou US$ 5,34 bilhões (R$ 23,76 bilhões), uma queda de 11,2% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Fato relevante

Ainda nesta quinta-feira, a companhia divulgou um fato relevante para informar seus acionistas e o mercado que é esperada uma queda do Ebitda no primeiro trimestre de 2020.  Segundo a empresa, especificamente no segmento de cervejas no Brasil, o indicador cairá entre 17% e 20% do estimado anteriormente.

“Este aviso de fato relevante contém projeções que não constituem promessa de desempenho, refletindo somente a percepção da administração da companhia, estando sujeitas a riscos e incertezas”, informou a empresa.

O valor de mercado da Ambev é R$ 248,9 bilhões. No acumulado de 2019, as ações da empresa apresentaram uma valorização de 24,08%. Os papéis ordinários da companhia, na última quarta-feira (26), fecharam o pregão na B3 a R$ 15,82.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.