Aluguel residencial cresce abaixo da inflação em 2018

Aluguel residencial cresce abaixo da inflação em 2018
Novos aluguéis subiram abaixo da inflação em 2018. (divulgação)

A aluguel residencial subiu abaixo da inflação em 2018, conforme pesquisa divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

O Índice FipeZap de aluguel residencial avançou 2,33%, enquanto a inflação oficial do mesmo período foi de 3,75%.  Assim, os preços dos novos aluguéis caíram 1,42%.

A inflação oficial do País é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Saiba mais – Déficit habitacional é recorde no Brasil 

As cidades que foram destaques positivos do ajuste dos preços, ou seja, que mais aumentaram os valores dos aluguéis em 2018 são:

  • São Bernardo do Campo: 8,85%
  • Recife: 6,69%
  • Curitiba: 5,68%

Já os destaques negativos foram:

  • Rio de Janeiro: -3,44%
  • Fortaleza: -2,72%
  • Niterói: -1,92%

Saiba mais – Índice que ajusta aluguel termina ano com alta de 7,54% 

As cidades com o maior preço médio de locação por metro quadrado (m²) foram:

  • São Paulo: R$ 37,04/m²
  • Rio de Janeiro: R$ 30,10/m²
  • Distrito Federal: R$ 28,83/m²

Em contrapartida, aquelas com o menor preço médio são:

  • Fortaleza: R$ 15,96/m²
  • Goiânia: R$ 16,06/m²
  • Curitiba: R$ 18,16/m²

Os dados acima, do preço médio do aluguel residencial por metro quadrado, são de dezembro de 2018.

Amanda Gushiken

Compartilhe sua opinião