Allpark (ALPK3), dona da rede Estapar, precifica ações do IPO

Allpark (ALPK3), dona da rede Estapar, precifica ações do IPO
A Allpark (ALPK3), dona da rede de estacionamentos Estapar, precificou seu IPO no piso da faixa indicativa. Clique aqui e saiba mais.

A Allpark (ALPK3), dona da rede de estacionamentos Estapar, precificou nesta quarta-feira (13) sua oferta pública inicial de ações (IPO) no piso da faixa indicativa. As informações foram divulgadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que tinha protocolado o pedido de abertura de capital no dia 6 de março.

A precificação ficou em R$ 10,50 por ação, na parte mais baixa do preço estimados pelos coordenadores da operação. A faixa de preço chegava até R$ 13. Com essa venda de ações, a Allpark movimentou em seu IPO R$ 345,3 milhões.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais.

A maior parte dos recursos levantados na operação deverá ser utilizada para pagar uma concessão de parceria público-privada (PPP) com a cidade de São Paulo para a gestão dos estacionamento de rua, as chamadas “faixas azuis”.

A operação teve uma demanda suficiente para permitir a venda de um lote adicional de papéis. Parte dessa demanda veio de investidores estrangeiros.

Com essa operação, a Allpark foi a única das mais de 30 empresas brasileiras que desde fevereiro pediram registro para abrir seu capital a realizar a operação. Isso pois a volatilidade no mercado financeiro brasileiro provocada pela pandemia de coronavírus (covid-19) provocou o adiamento ou o cancelamento de todas esses IPOs.

Conforme o prospecto preliminar, a abertura de capital da Allpark inclui ações primárias e secundárias, que atualmente pertencem a sócios da empresa. O banco BTG Pactual (BPAC11) será responsável por coordenar a oferta da dona da Estapar.

Conheça a Allpark

A Allpark é uma empresa brasileira, fundada em 1981 em Curitiba, que atua como administradora de estacionamentos.

Saiba mais: Allpark, dona da Estapar, protocola pedido de IPO na CVM

Desde 2009, o BTG Pactual é o controlador da empresa. De acordo com o jornal “Valor Econômico”, a instituição financeira possui uma participação de 49,5% da companhia. Além disso, as seguintes empresas também são sócias da administradora:

  • Equity International, com 30,2%;
  • Bozano Investimentos, com 11,5%;
  • Franklin Templeton, com 6,1%.

Além disso, a porcentagem restante de 2,7% pertence aos antigos donos da companhia.

Saiba mais: Allpark (ALPK3), dona da Estapar: necessidade de caixa e digitalização bancam volta do IPO

Conforme o último balanço de resultados que foi divulgado pela empresa, a Allpark registrou um prejuízo de R$ 848 mil em 2018. Em 2017, o valor foi negativo em R$ 2,908 milhões. Já em 2016, o balanço ficou no vermelho em R$ 3,828 milhões.  A receita líquida da empresa somou R$ 979,233 milhões em 2018, R$ 952,194 milhões em 2017 e R$ 861,881 milhões em 2016.

Vale ressaltar que o balanço  da Allpark divulgado em 2018, referente também aos anos de 2017 e 2016, precisou ser reapresentado após erros contábeis.

Carlo Cauti

Compartilhe sua opinião