Alaska Investimentos atinge participação de 5,09% na Braskem (BRKM5)

Alaska Investimentos atinge participação de 5,09% na Braskem (BRKM5)
Braskem

A companhia petroquímica Braskem (BRKM5) informou na última sexta-feira (23) que a Alaska Investimentos, através de fundos de investimento sob sua gestão, realizou uma nova compra de ações da empresa e atingiu uma participação relevante.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Conforme documento, a Alaska conta agora com 17.557.700 ações preferenciais da empresa, chegando a posição de 5,09% da Braskem. Além disso, a gestora também declarou 3 milhões 3.000.000 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações da companhia petroquímica.

“A Alaska Investimentos LTDA. informou, ainda, que o aumento da participação acionária teve por objetivo a mera realização de operações financeiras, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia”, informou a Braskem, em comunicado.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Braskem bate recorde no Brasil

A Braskem informou no início deste mês que registrou um volume de vendas de resinas superior a 365 mil toneladas no mês passado. O valor corresponde a m novo recorde mensal histórico de vendas no Brasil, “reforçando a sua contínua estratégia de priorização ao atendimento do mercado brasileiro”.

Além disso, companhia ainda comunicou que a taxa de utilização de suas unidades industriais nos Estados Unidos voltou à normalidade, em função da demanda por Polipropileno (PP). Em setembro, o volume de vendas de PP ultrapassou 140 mil toneladas no mercado norte-americano.

Mais cedo neste semestre, em agosto, a empresa petroquímica apresentou um prejuízo líquido de R$ 2,47 bilhões referente ao segundo trimestre de 2020, revertendo o lucro líquido de R$ 84 milhões reportado no mesmo período do ano passado.

Já a receita líquida de vendas caiu 11% na mesma base de comparação, para R$ 11,18 bilhões, enquanto o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente cresceu 2%, de R$ 1,61 bilhão para R$ 1,65 bilhão.

Última cotação

As ações da Braskem sob o ticker “BRKM5”, listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), fecharam o pregão da última sexta-feira cotadas a R$ 25,44.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião