Confira a agenda de resultados trimestrais desta semana

Confira a agenda de resultados trimestrais desta semana
O Ibovespa , que abriu em leve alta nesta quarta, inverteu para queda e opera em campo negativo.

Desde o final do mês passado, as empresas listada na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) passaram a apresentar seu primeiros resultados de 2020, sob grande atenção de seus acionistas.

Os investidores mostram-se atentos aos impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nos balanços do primeiro trimestre. Na última semana, foram divulgados resultados importantes, como do BTG Pactual, da Itaúsa e da Petrobras. Veja quais resultados serão divulgados até a próxima sexta-feira (22):

EmpresaTickerData
MarfrigMRFG318/05
Banco InterBIDI4/BIDI1119/05
UnidasLCAM320/05
Aliansce SonaeALSO320/05
CognaCOGN321/05
Lojas RennerLREN321/05
FerbasaFESA322/05
UsiminasUSIM522/05

Na última terça-feira (12), o BTG Pactual (BPAC11) registrou um lucro líquido de R$ 768 milhões no primeiro trimestre deste ano. Esse valor é equivalente a uma alta de 14,5% em comparação com o mesmo período no ano passado.

Além disso, a receita total cresceu 2,4% e somou R$ 1,5 bilhão. A instituição financeira conseguiu expandir seu lucro durantes os três primeiros meses deste ano, enquanto a maioria dos grandes bancos do País retraíram seus ganhos no mesmo período.

Um dos exemplos é o caso da Itaúsa (ITSA4) que, mesmo sendo uma holding com participação acionária em diversas empresas, o balanço do Itaú (ITUB4) representa mais de 90% de seu resultado. A empresa apresentou um lucro líquido de R$ 1,01 bilhão no 1T20, queda de 59,3% em relação ao obtido no mesmo período do ano passado.

Por sua vez, a Petrobras (PETR3; PETR4), uma das maiores companhias do País, registrou um prejuízo de R$ 48,52 bilhões no primeiro trimestre deste ano. O resultado reverteu o lucro líquido de R$ 4,03 bilhões apresentados no mesmo período do ano passado.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais!

Segundo a estatal petrolífera, o resultado foi influenciado pela revisão de preços dos ativos afetados pelo impacto da crise do coronavírus. Além disso, as despesas operacionais cresceram 243% em relação aos últimos três meses de 2019.

Com um menor movimento nesta semana em comparação à semana passada, todas as empresas de capital aberto do Brasil deverão divulgar seus resultados trimestrais até o último dia de junho.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião