Negócios

Agenda do Dia: Via Varejo; Suzano; Petrobras; Sabesp; Banco do Brasil

0

Os assuntos da Agenda do Dia desta sexta-feira (13) prometem mexer com o mercado interno e o externo.

A Petrobras anunciou que o BNDES está avaliando se desfazer das ações da petroleira. Enquanto isso, a Suzano comunicou que investirá R$ 4,4 bilhões no ano que vem. Estas e outras notícias fazem parte da Agenda do Dia desta sexta.

A Agenda do Dia conta também com a notícia sobre o Via Varejo, que após o fechamento do mercado na última quinta-feira (12), divulgou um fato relevante confirmando indícios de fraude que podem chegar a R$ 1 bilhão.

Confira os principais pontos da Agenda do Dia:

Via Varejo

Após a revelação do SUNO Notícias sobre a investigação que a Via Varejo (VVAR3) estava realizando investigações para apurar possíveis fraudes contábeis, a varejista, dona das marcas Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com, confirmou que as irregularidades podem impactar seu balanço em até R$ 1 bilhão.

A informação foi publicada em fato relevante divulgado aos investidores após o fechamento do mercado da última quinta-feira (12). No documento, a Via Varejo indicou que o impacto da investigação sobre a fraude contábil é estimado entre R$ 1,05 bilhão e R$ 1,2 bilhão.

Além disso, a companhia também informou que o comitê independente identificou ajustes relevantes, referentes a créditos fiscais e outras provisões, de cerca de R$ 200 milhões.

Dessa forma, a Via Varejo identificou que a soma dos problemas deve impactar o balanço do quarto trimestre em algo em torno de R$ 1,2 bilhão e R$ 1,4 bilhão.

Suzano

A Suzano (SUZB3) comunicou ao mercado, na última quinta-feira (12), que investirá R$ 4,4 bilhões em 2020.

A Suzano também diminuiu sua previsão de investimentos para 2019, de R$ 5,9 bilhões para R$ 5,7 bilhões por causa da não realização de desembolsos previstos para este ano. Entretanto, a empresa informou que estes serão incorporados na estimativa de 2020.

Petrobras

A Petrobras (PETR3; PETR4) comunicou nesta sexta-feira (13) que recebeu um documento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em que a instituição informa sua intenção de venda de até 100% das ações ordinárias de emissão da Petrobras. A operação deve ser feita via oferta pública de distribuição secundária de ações.

Sabesp

A privatização da Sabesp não deve acontecer até 2021, de acordo com uma pessoa próxima ao assunto, que não quis se identificar. A informação foi divulgada pela “Bloomberg” nesta sexta-feira (13).

As ações da empresa apresentaram queda de 3,7% depois que a Câmara dos Deputados aprovou em plenário uma versão diferente do marco regulatório que já tinha passado pelo Senado.

O governo do Estado de São Paulo estava à espera da conclusão da tramitação para poder estudar a melhor opção entre privatização e capitalização da empresa, com as novas regras já em funcionamento.

As ações da Sabesp já avançaram 88% neste ano, por conta, principalmente, da espera dos investidores sobre uma possível privatização da empresa.

Banco do Brasil

A empresa de capitalização do Banco do Brasil, a Brasilcap, terá um novo presidente em breve, de acordo com informações do jornal “O Estado de S. Paulo”.

O escolhido, de acordo com as informações do veículo, é o vice-presidente de gestão de pessoas, suprimento e operações do Banco do Brasil, Gustavo do Vale. Ele sairá do cargo em meio a esta ação do banco que está reestruturando sua gestão.

Oi

A Oi informou na última quinta-feira (12) à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que seu novo diretor-presidente será Rodrigo Modesto de Abreu.

O gestor deve assumir o posto no dia 31 de janeiro de 2020, um dia depois de Eurico Teles deixar o cargo. Vale destacar que o atual presidente da companhia de telecomunicações pediu demissão nesta semana, no mesmo dia em que a Polícia Federal foi à empresa para realizar investigações ligadas a repasse de dinheiro.

IBC-Br

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), indicador que mede a prévia do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, registrou alta de 0,17% em outubro em comparação com setembro.

Em comparação com o mesmo período no ano passado, o IBCBr apresentou ganho de 2,13%, e no acumulado em 12 meses, houve alta de 0,96%. Na série dessazonalizada o índice passou de 139,42 pontos para 139,66 pontos de setembro para outubro.

A Agenda do Dia da Suno mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.