Agenda do Dia: Vale; CSN; Vulcabras; Aliansce Sonae; Linx

Agenda do Dia: Vale; CSN; Vulcabras; Aliansce Sonae; Linx
Logo da Vale em placa da empresa (foto: divulgação)

Os assuntos da Agenda do Dia desta terça-feira (9) prometem mexer com o mercado interno e o externo.

A Vale colocou duas barragens de Minas Gerais em estado de emergência. A Vulcabras divulgou seu resultado referente ao primeiro trimestre deste ano.

Além disso, a Agenda do Dia conta com a notícia sobre Aliansce Sonae, que totaliza 11 shoppings abertos, com as novas unidades que voltaram a funcionar no último final de semana.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Confira os principais pontos da Agenda do Dia:

Vale

A Vale (VALE3) informou que deu início, nesta terça-feira (9), ao protocolo de emergência em nível um das barragens 6 e 7A, da Mina de Águas Claras, em Nova Lima e a barragem Área IX, da Mina de Fábrica, Ouro Preto, ambas localizadas em Minas Gerais. Vale destacar que as duas estão inativas. O protocolo que a Vale colocou em prática não requer a evacuação da população que se encontra perto da barragem.

A Vale informou que “está trabalhando na investigação dessas estruturas para obtenção de um detalhamento das suas características e condições”.

CSN

A CSN (CSNA3) comunicou que fechou com a Caixa Econômica Federal, na última segunda-feira (8), as negociações para reperfilamento de R$ 300 milhões em dívidas.

Dessa forma, os empréstimos que venceriam entre junho e setembro ficarão entre 2021 e 2024. A empresa destacou que estão “sujeito ao cumprimento de certas condições pré-acordadas”.

A CSN também informou que permanece “negociando o alongamento de seu passivo financeiro, visando à preservação da liquidez necessária para executar sua estratégia de desalavancagem e geração de valor aos seus acionistas, e informará o mercado tão logo tenha concluído tais negociações”.

Vulcabras

A Vulcabras Azaleia (VULC3) apresentou lucro líquido de R$ 8,9 milhões nos primeiros três meses de 2020. O valor representa uma queda de 65,8% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando teve R$ 26,1 milhões de lucro. Os resultados da empresa foram divulgados na última segunda-feira (8).

De acordo com a companhia, o fechamento de unidades fabris em meados de março, em razão da pandemia de coronavírus, prejudicou os resultados da Vulcabrás.

A receita líquida da Vulcabras nos primeiros três meses do ano foi de R$ 238,6 milhões. O valor representa uma queda de 20,4% em relação aos R$ 299,7 milhões apresentados no mesmo intervalo do ano anterior.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou em R$ 27,2 milhões entre janeiro e abril deste ano; queda de 42,3% na comparação ano a ano.

Aliansce Sonae

A Aliansce Sonae (ALSO3) anunciou a reabertura de mais cinco shoppings. Eles estão funcionando desde o último sábado (6). Dessa forma, 11 empreendimentos da empresa já voltaram a funcionar. Vale destacar que todos operam com horário reduzido.

As unidades que retomaram as atividades são:

  • Parque D. Pedro Shopping (Campinas)
  • Boulevard Shopping Bauru (Bauru)
  • Shopping Parangaba (Fortaleza)
  • Boulevard Shopping Belém (Belém)
  • Parque Shopping Belém (Belém)

Linx

A Linx (LINX3) apresentou um prejuízo de R$ 9 milhões no primeiro trimestre deste ano. Dessa forma, a companhia reverteu o lucro de R$ 17,2 milhões que havia obtido no mesmo intervalo do ano passado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) teve queda de 25%, atingindo R$ 37,3 milhões. O Ebitda ajustado teve um recuo de 11,2%, ficando em R$ 41 milhões.

A Agenda do Dia do Suno Notícias mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião