Agenda do Dia: Raízen; BB; Eletrobras; Magazine Luiza; Comgas

Agenda do Dia: Raízen; BB; Eletrobras; Magazine Luiza; Comgas
Raízen

Os assuntos da Agenda do Dia desta quarta-feira (8) prometem mexer com o mercado interno e o externo.

A Raízen anunciou que decidiu suspender suas projeções para este ano. Já a Eletrobras cancelou suas assembleias gerais marcadas para o final deste mês.

Além disso, a Agenda do Dia conta também com a notícia sobre o Banco do Brasil, que informou que seu dividendo ficará limitado ao mínimo obrigatório definido no estatuto social.

Confira os principais pontos da Agenda do Dia:

Raízen

A Raízen Energia informou ao mercado que decidiu suspender suas projeções financeiras e operacionais para 2020, em função da evolução dos impactos ligados a pandemia de coronavírus (Covid-19) em seus negócios e no mercado.

“Informamos, ainda, que a Companhia implementou, desde o início da pandemia do Covid-19 no Brasil, um plano de contingência visando garantir a preservação da saúde e integridade de seus colaboradores, bem como a segurança e a continuidade de suas operações essenciais, mantendo contato próximo com autoridades, fornecedores, clientes e demais stakeholders”, informou a empresa.

A companhia, entretanto, informou que, caso haja uma maior clareza dos impactos em breve, poderá retomar a publicação de projeções.

Eletrobras

A Eletrobras (ELET3) informou ao mercado que ‘considerando as restrições atualmente existentes’, relacionadas à circulação de pessoas e aglomeração, por conta do coronavírus, a diretoria executiva da empresa decidiu cancelar suas assembleias gerais ordinária e extraordinária.

As assembleias seriam realizadas no dia 30 deste mês. Uma nova data para as assembleias será definida em breve.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil (BBSA3) informou na última terça-feira (7) que seu dividendo ficará limitado ao mínimo obrigatório definido no estatuto social. O comunicado foi realizado via fato relevante. A decisão do BB faz jus a resolução CMN nº4.797/20, da última segunda-feira (6).

Dessa forma, o Banco do Brasil distribuirá 25% do lucro líquido ajustado, que é o previsto para o dividendo mínimo e obrigatório.

Saiba mais: Banco do Brasil (BBSA3) informa limitação do dividendo ao mínimo obrigatório

Magazine Luiza

O Magazine Luiza (MGLU3) anunciou, na última terça-feira (7), algumas medidas, de curto e longo prazo, para combater a “situação sem precedentes” gerada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As informações foram divulgadas por meio de um comunicado ao mercado.

A companhia informa que possui três prioridades no momento: a saúde dos seus colaboradores e clientes, a segurança deles, e a continuidade da operação com manutenção de empregos. O Magazine Luiza, no entanto, destaca que nenhum dos objetivos será cumprido se o primeiro deles não for amparado.

Comgás

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) também informou na noite da última terça-feira (7) que optou por suspender o guidance para este ano. O motivo é a instabilidade do atual cenário, causada pela disseminação de coronavírus.

A  controladora da empresa, Cosan, também divulgou um fato relevante na última terça, em linha com sua controlada. As duas empresas informaram que estão atentas aos desdobramentos e aos impactos desta pandemia na economia global e local. A Cosan informou que está “buscando identificar riscos e oportunidades em função dos cenários que se apresentam”.

A Agenda do Dia da Suno mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião