Negócios

Agenda do Dia: Petrobras; Marfrig; Grupo Pão de Açúcar; Fleury

0

Os assuntos da Agenda do Dia desta quinta-feira (20) prometem mexer com o mercado interno e o externo.

A Petrobras divulgou seu lucro de 2019 e apresentou recorde, entre todas empresas de capital aberto do Brasil, em seus números. A Marfrig e o GPA também divulgaram seus balanços referentes ao quarto trimestre e ao ano de 2019.

Além disso, a Agenda do Dia com também com a notícia sobre o Fleury, que teve alta de 4,7% no lucro líquido recorrente do 4T19.

Confira os principais pontos da Agenda do Dia:

Petrobras

A Petrobras (PETR3; PETR4) registrou seu maior lucro da história (sem contar a inflação) em 2019. O lucro líquido da Petrobras foi de R$ 40,1 bilhões, o maior número já registrado por uma empresa de capital aberto na história do Brasil. A alta do lucro em relação a 2018 foi de 55,70%. A estatal petrolífera divulgou seu balanço na última quarta-feira (19).

De acordo com a estatal, esse resultado foi impulsionado principalmente com o resultado do ganho de capital sobre desinvestimentos (principalmente TAG, BR Distribuidora e ativos de E&P), parcialmente compensado por maiores despesas financeiras com gerenciamento da dívida no mercado de capitais, maior impairment e menores preços do Brent.

Marfrig

A Marfrig (MRFG3) também divulgou seus resultados referentes ao ano passado na última quarta-feira (19). A empresa registrou recordes históricos na receita e no Ebitda. Entretanto, houve uma queda de 84,4% no lucro líquido em comparação a 2018, por conta, principalmente, da venda da Keystone Foods.

A receita líquida da Marfrig avançou 23,5% no quarto trimestre de 2019, atingindo R$ 14,2 bilhões, contra os R$ 11,5 bilhões registrados no mesmo período do ano anterior. No ano o crescimento foi de 11,2%, com R$ 49,9 bilhões registrados em 2019 contra R$ 44,8 bilhões registrados em 2018.

Por sua vez, o lucro líquido foi de R$ 26,9 milhões, enquanto no quarto trimestre de 2018 tinha registrado um prejuízo de R$ 1,3 bilhão. No ano, o resultado foi de queda de 84,4%, passando de R$ 1,4 bilhão para R$ 218 milhões. Em seu release de dados a empresa salientou que “O lucro líquido é reportado em números fiduciários”.

“Vivemos um trimestre de resultados extraordinários, que demonstram o acerto de nossa estratégia de foco, busca pela excelência operacional e investimento em um portfólio de produtos inovadores e alto valor agregado”, afirma Eduardo Miron, CEO Global da Marfrig Global Foods.

GPA

O Grupo Pão de Açúcar (PCAR4) registrou uma baixa de 86% no lucro do quarto trimestre de 2019. Sendo assim, a empresa apresentou lucro líquido atribuível a acionistas de R$ 58 milhões entre outubro e dezembro do ano passado. A receita da empresa teve alta de 23,6%, para R$ 17,32 bilhões.

O lucro do GPA em 2019 foi de R$ 790 milhões, valor 31% menor do que o apurado no ano anterior, de R$ 1,14 bilhão. A receita da empresa cresceu 15%, atingindo R$ 56,63 bilhões.

No último trimestre de 2019, a receita líquida do Assaí, subsidiária do Pão de Açúcar, foi de R$ 7,99 bilhões, valor 19,3% maior do que o registrado no mesmo período de 2018.

Fleury

O Grupo Fleury (FLRY3) apresentou, na última quarta-feira (19), seu lucro referente a 2019 e ao quarto trimestre do ano passado. A empresa apresentou uma alta de 4,7% no lucro líquido recorrente em 2019, atingindo R$ 347,1 milhões.

No quarto trimestre, o lucro foi de R$ 65,2 milhões, um avanço de 12% frente a R$ 58,2 milhões na comparação com o mesmo período de 2018.

Raia Drogasil

A Raia Drogasil apresentou lucro líquido de R$ 143 milhões nos últimos três meses de 2019. O crescimento em relação ao resultado do mesmo período de 2018 foi de 18%.

A Drogasil teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 350,43 milhões, uma alta sobre os R$ 311,1 milhões apresentados entre outubro e dezembro de 2018.

A Agenda do Dia da Suno mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.