Negócios

Agenda do Dia: Oi; Vale; Caixa Econômica; Petrobras; BR Distribuidora

0

Os assuntos da Agenda do Dia desta quinta-feira (12) prometem mexer com o mercado interno e o externo.

Após manifestarem interesse em adquirir a Oi Móvel, a Tim e a Telefônica estão estudando a divisão da aquisição dos ativos que podem ser comprados da Oi. A Vale anunciou na última quarta-feira (11) que criará um comitê de auditoria para reforçar a governança corporativa da empresa.

Além disso, a Agenda do Dia conta também com a notícia sobre a Petrobras, que bateu recorde de produção no campo de Búzios.

Confira os principais pontos da Agenda do Dia:

Oi

A Tim e a Telefônica, dona da Vivo, estão negociando a compra da Oi Móvel, divisão de rede móvel da Oi.  A divisão da aquisição entre a TIM e a Vivo, entretanto, pode não ser realizada em partes iguais. A parte maior dos ativos da Oi, na negociação, deve ficar com a Tim para que a operação continue sendo levada adiante, de acordo com informações do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Veja também: Bolsa em queda livre!? Aproveita as maiores oportunidades da bolsa brasileira com nosso acesso Suno Premium.

A decisão sobre a divisão das operações móveis da Oi está sendo tomada em conjunto entre as empresas participantes do negócio. A Telefônica já é uma grande líder no seu mercado de atuação, e com a aquisição poderia se distanciar ainda mais da concorrência. Entretanto, para que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) não barre a negociação, a Tim deverá ficar com algo em torno de 60% e 70% da aquisição, segundo especulações do mercado.

Vale

A Vale (VALE3) anunciou na última quarta-feira (11) que criará um comitê de auditoria para reforçar a governança corporativa da empresa. A ideia é fazer com que os negócios da mineradora sejam supervisionados com mais responsabilidade. Recentemente, a empresa divulgou que sabia dos riscos na barragem de rejeitos de Brumadinho. A tragédia culminou na morte de 270 pessoas.
O novo comitê proposto pela Vale irá auxiliar o Conselho de Administração na área de controles internos e também no setor responsável pela elaboração das demonstrações financeiras da mineradora.

Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal, controladora da Caixa Seguridade, informou ao mercado, por meio de fato relevante, que decidiu interromper a análise de documentação referente ao registro da oferta pública de distribuição secundária de ações ordinárias de emissão do braço de seguridade. Isso se deve ao atual momento conturbado do mercado.

Por conta da decisão de sua controladora, a Caixa Seguridade enviará à B3 o pedido de interrupção da análise de documentação que se refere à sua admissão e listagem no Novo Mercado.

Petrobras

A Petrobras (PETR3;PETR4) comunicou na noite da última quarta-feira (11) que atingiu um valor recorde na produção do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos. A estatal petroleira conseguiu registrar 640 mil barris diários de petróleo.

A petroleira conta com quatro plataformas no campo. São elas: P-74, P-75, P-76 e P-77. Vale destacar que o campo de Búzios é o maior campo de petróleo em águas profundas do planeta.

BR Distribuidora

A BR Distribuidora registrou lucro de R$ 2,2 bilhões em 2019, uma queda de 31,2% em relação aos R$ 3,2 bilhões registrados em 2018. Nos últimos três meses do ano passado, o lucro da companhia foi de R$ 96 milhões, também abaixo do lucro apresentado no mesmo períodos de 2018, de R$ 1,6 bilhão.

Veja também: Para conter coronavírus, viagens da Europa aos EUA são suspensas

“Apesar da redução no lucro líquido do exercício, o resultado de R$ 2,2 bilhões é bastante relevante e reflete o empenho dedicado ao melhor gerenciamento do passivo da companhia e reforça a trajetória de resultados positivos e de rentabilidade”, informou a companhia ao mercado.

É importante destacar que esse é o primeiro balanço anual da empresa após sua privatização.

A Agenda do Dia da Suno mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.