Agenda do Dia: B2W; BBM Logística; Magazine Luiza; Vale; JHSF

Agenda do Dia: B2W; BBM Logística; Magazine Luiza; Vale; JHSF
B2W (divulgação)

Os assuntos da Agenda do Dia desta quarta-feira (15) prometem mexer com o mercado interno e o externo.

A B2W ampliou seu marketplace para comerciantes de lojas físicas de menor porte, que não utilizavam serviços online para vendas. Já a BBM Logística pediu à CVM uma interrupção temporária de análise de oferta de ações.

Além disso, a Agenda do Dia conta também com a notícia sobre a Hermes Pardini, que encerrou seu projeto de modernização de medicina diagnóstica.

Confira os principais pontos da Agenda do Dia:

B2W

A controlada das Lojas Americanas, B2W (BTOW3), anunciou a ampliação de acesso a sua plataforma de comércio eletrônico para lojas físicas de pequeno porte, que não utilizavam os serviços online para vendas. A ideia é auxiliar essas empresas que não estavam gerando receita por estarem de portas fechadas por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19).

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais.

“A companhia está cadastrando de forma acelerada em sua plataforma de marketplace lojistas que atuavam exclusivamente no comércio físico”, disse Fábio Abrate, vice-presidente financeiro da B2W Digital, em comunicado.

BBM Logística

De acordo com um comunicado da empresa ao mercado, na última terça a BBM Logística solicitou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e à B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) a interrupção temporária do prazo de análise da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias de emissão da companhia e da migração para o segmento Novo Mercado da B3. O período de interrupção da análise é de até 180 dias úteis.

JHSF

A JHSF Participações comunicou, também na terça, que seu Conselho de Administração aprovou a emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, no valor de até R$ 300 milhões, a serem adquiridas pela True Securitizadora.

Os títulos terão remuneração anual equivalente a CDI+1,55% e prazo de até seis anos.

De acordo com a empresa, as debêntures serão usadas para lastrear a emissão de certificados de recebíveis imobiliários (CRIs).

Hermes Pardini

O Hermes Pardini (PARD3) comunicou, na noite da última terça-feira (14), que encerrou com sucesso, após dois anos, o projeto “Enterprise”. Este projeto visava modernizar a medicina diagnóstica do instituto. De acordo com o Hermes, o projeto é um marco na história da medicina diagnóstica brasileira.

A empresa informa que o “Enterprise” é um projeto inovador “que transforma o papel da medicina diagnóstica na cadeia de valor da saúde, permitindo novas conexões com clientes, pacientes, operadoras de saúde e hospitais, contribuindo para dar acesso à melhor tecnologia e segurança em medicina diagnóstica”.

Magazine Luiza

O Magazine Luiza (MGLU3) anunciou na última terça-feira (14) um acordo com a Caixa Econômica Federal, que tem como objetivo permitir o uso do auxílio emergencial, de R$ 600, em seus canais digitais.

Saiba mais: Magazine Luiza (MGLU3) permite compra direta com auxílio emergencial

Para tal ação, não será necessário um cartão de crédito físico. Os clientes que desejarem realizar compras na varejista poderão utilizar um cartão virtual da Caixa para fazer o pagamento.

Vale

A Vale (VALE3) comunicou ao mercado, na noite da última terça-feira (14), que o Ministério Público de Minas Gerais determinou o bloqueio de R$ 50 milhões da empresa. O intuito da Justiça é garantir o ressarcimento de moradores por conta da remoção dessas pessoas que moram próximo a Barragem Doutor, da Mina Timbopeba, localizada em Ouro Preto.

Saiba mais: Vale: Justiça determina auxílio emergencial a moradores em Ouro Preto

A Agenda do Dia da Suno mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião