Negócios

Agenda da Semana: PIB britânico, Setor de Serviços e balanços trimestrais

0

A Agenda da Semana, que se inicia no dia 11 de novembro, trará assuntos importantes para o mercado doméstico e internacional.

Entre os destaques da Agenda da Semana está a divulgação da prévia do PIB do Reino Unido, após alguns indicadores econômicos abaixo do esperado.

Ademais, a última semana dos balanços trimestrais das empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) promete ser agitada.

Agenda da Semana:

Segunda-feira

No início da semana, tradicionalmente, o Banco Central (BC) divulga às 8h25 o Boletim Focus. Nele, 100 economistas das principais instituições financeiras do Brasil passam suas perspectivas para a economia brasileira.

Além disso, o Reino Unido irá divulgar sua prévia mensal do Produto Interno Bruto (PIB). Na última terça-feira (5), foi divulgado que o PMI, índice de serviços, britânico subiu para 50,0 em outubro, crescimento zero. No entanto, a leitura do mês anterior foi de 49,5, um dos piores resultados desde 2009, durante a crise financeira.

Confira: Boletim Focus prevê novo crescimento do PIB neste ano

Além disso, algumas empresas divulgarão seus balanços. Dentre elas:

  • Banco Banrisul (BRSR3/BRSR5/BRSR6)
  • BR Distribuidora (BRDT3)
  • Itaúsa (ITSA3/ITSA4)
  • Rumo (RAIL3)
  • Tupy (TUPY3)

Terça-feira

Na terça-feira (12), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) irá divulgar o Crescimento do Setor de Serviços, tanto na leitura mensal, de setembro, como no acumulado deste ano.

Além disso, nesta dia acontecerá a promulgação da reforma da Previdência no Congresso, segundo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AM). A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi aprovada em plenário no dia 22 de outubro.

Aproximadamente 17 empresas divulgarão seus resultados trimestrais, entre elas:

  • Cosan Logística (RLOG3)
  • Eletrobras (ELET3/ELET6)
  • Embraer (EMBR3)
  • Minerva (BEEF3)
  • Profarma (PFRM3)
  • Trisul (TRIS3)

Quarta-feira

Às 12h30 da quarta-feira (13), será divulgado o fluxo cambial pelo BC. O indicador revela a quantidade de fluxos de capital, que são direcionados para o Brasil por investidores estrangeiros.

No último Boletim Focus, a previsão para o final de 2019 é de US$ 80 bilhões em investimento direto. A expectativa foi reduzida mais uma vez.

Veja também: Inflação de outubro tem a menor taxa para o mês desde 1998, segundo IBGE

Além disso, o IBGE divulgará o indicador de Vendas do Varejo para o mês de setembro.

Quase 30 empresas divulgarão seus resultados nesse dia. Os principais serão:

  • Alupar (ALUP3/ALUP4/ ALUP11)
  • Eneva (ENEV3)
  • Hapvida (HAPV3)
  • JBS (JBSS3)
  • Marfrig (MRFG3)
  • Oi (OIBR3/OIBR4)
  • Qualicorp (QUAL3)
  • Sinqia (SQIA3)
  • Taesa (TAEE3/TAEE4/TAE11)
  • Unipar (UNIP3/UNIP5/UNIP6)

Quinta-feira

Na quinta-feira (14), com o calendário econômico sem novidades por aqui, será divulgado nos Estados Unidos o relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). O aborda questões sobre o mercado da commodity levanta os principais cenários que afetam o mercado mundial de petróleo.

As seguintes empresas divulgarão seus balanços:

  • Mahle (LEVE3)
  • Copasa (CSMG3)
  • Metalfrio (FRIO3)
  • Omega Geração (OMEG3)
  • Eternit (ETER3)

Sexta-feira

No dia 15 de novembro comemora-se a Proclamação da República aqui no Brasil, feriado nacional. Mesmo assim, será divulgado pelo BC o IBC-BR. O índice é utilizado como meio de avaliação do ritmo de crescimento da economia do País ao longo dos meses.

Além disso, será divulgada o resultado trimestral da balança comercial da União Europeia. É importante ressaltar que a atividade industrial da zona do euro apresentou um crescimento desacelerado na última semana.

A agenda da semana da SUNO Research mostra os principais acontecimentos que vão movimentar o mercado durante a semana.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.