Economia

Está liberado abono salarial do PIS/Pasep aos nascidos em agosto

0

O abono salarial do PIS/Pasep começou a ser pago na última quinta-feira (15). A Caixa Econômica Federal realizará o pagamento aos trabalhadores de instituições privadas que nasceram em agosto. Por sua vez, os servidores públicos receberão o pagamento pelo Banco do Brasil.

“O benefício do abono salarial assegura o valor de um salário mínimo anual aos trabalhadores brasileiros que recebem até dois salários mínimos dos empregadores que contribuem para o PIS ou para ou Pasep“, afirma o governo.

O valor pago corresponde a um salário mínimo divido por 12 meses trabalhado. Se a pessoa trabalhar o ano inteiro, recebe o salário mínimo completo, correspondente a R$998 em 2019.

Confira os calendários

A Caixa Econômica afirma que o saldo das contas poderá ser consultado através de seu aplicativo.

“Trabalhador que possui conta na Caixa poderá ter seu saldo de cotas creditado automaticamente. Demais trabalhadores devem comparecer a uma agência da Caixa com documento oficial de identificação com foto e número NIS”.

Para consultar seu saldo, é só clicar aqui.

Caixa Econômica Federal: Calendário do PIS

Caixa Econômica Federal: Calendário do PIS

Por sua vez, o Banco do Brasil informa que os pagamentos são realizado aos que possuem conta corrente e poupança. Para os demais, poderá realizar o TED sem custo.

Veja Também: Confira o calendário de saques do FGTS de contas ativas e inativas

“Os pagamento do salarial são realizados com crédito em conta para os correntistas e poupadores do BB, conforme o calendário estabelecido pelo CODEFAT. Os demais podem realizar TED para conta de mesma titularidade em outra instituição financeira ou efetuar saque em nossas agências, mediante a apresentação de um documento oficial de identificação”, afirma o BB.

Para consulta seu saldo é só clicar aqui.

Banco do Brasil: Calendário do PASEP

Banco do Brasil: Calendário do PASEP

Possui direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS ou Pasep há cinco anos e que tenha 30 dias trabalhado formalmente no ano passado, com remuneração mensal de até dois salários mínimos.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.