Mercado

A Seguir: Paralisação do Governo Americano e Desemprego no Brasil

0

O que deve movimentar a semana no Brasil

Com uma semana mais curta devida a feriados de fim de ano, e o início do recesso parlamentar e judiciário o Brasil deve ter uma semana com menos movimentos de grande repercussão.

Taxa de Desemprego

O grande destaque ficar para a liberação da taxa de desemprego oficial na sexta-feira (28).

A taxa atual está em 11,7%, enquanto que a expectativa é de que a mesma caia para 11,5%.


Posição especulativa em futuros do Real

Além disso, na sexta-feira também teremos a liberação de dados sobre a posição líquida de investidores nos futuros do Real (BRL).

Os dados indicam se a posição líquida dos investidores se encontra “comprada” (apostam na alta do real) ou “vendida” (apostam na queda).

Apesar desse tipo de operação ser normalmente associada a traders e operadores de curto prazo, os dados da CFTC podem também servir como um termômetro a respeito do sentimento do mercado.

Uma posição vendida alta indica que o mercado possui perspectivas negativas, enquanto que uma posição comprada indica perspectivas positivas.


O que deve movimentar o mundo essa semana

Assim como no Brasil grande parte das bolsas e mercados ao redor do mundo vão ter uma grande redução em seus movimentos devido as festividades de fim de ano.

Porém, apesar de novidades não serem esperadas nos próximos dias, alguns fatos que aconteceram na última semana continuam a se desenrolar.

Paralisação do Governo Americano

O primeiro deles é o “Shutdown” do Governo Americano.

Ontem (sábado) era o último dia para que o atual presidente americano Donald Trump assinasse uma liberação de verba extra para manutenção do funcionamento do governo americano.

Confira mais sobre o Shutdown do governo americano clicando aqui

Devido a falta de acordo sobre a liberação de verba também incluir recursos para a construção do muro com o México, o presidente não assinou a liberação causando assim uma paralização parcial do governo americano.

Outro fator a ser destacado é a resignação do secretário de defesa James Mattis, que escolheu por deixar o cargo após o Presidente Trump decidir retirar as tropas americanas da Syria.


Trump cogita demitir Jerome Powell 

Ainda nos EUA, fontes dizem que o Presidente Trump está tendo conversas sobre a possível destituição de Jerome Powell da presidência do FED.

Esse movimento seria motivado pela escolha de Powell em aumentar a taxa de juros a despeito do presidente ter indicado de que não gostaria de que isso fosse feito.

Leia mais sobre o aumento da taxa de juros americana clicando aqui

Esse movimento poderia adicionar ainda mais volatilidade ao mercado, que já se encontra em um nível de estresse elevado.

Compartilhe a sua opinião

João Vitor Chaves Silva
Fundador do Empreenda Junto, 2º Maior comunidade online de empreendedores do Brasil, 1º Brasileiro e Pessoa mais jovem a receber o título de Teacher Of New Ventures And Leadership pelo MIT GEB, COO da Suno Research.