O volume tem ligação direta com a liquidez

Muitos são os dados sobre os ativos negociados na bolsa de valores, e dentre eles, o volume se faz presente em grande parte das vezes.

O volume indica a quantidade de negociações de compra e venda feitas em relação a um ativo em um determinado espaço de tempo e, por conta disso, este é um atributo que está diretamente relacionado ao conceito de liquidez de uma ação.

De certa forma, pode-se entender, também, que a intensidade do volume de uma ação pode aumentar ou diminuir de acordo com o interesse, por parte dos investidores, de comprar ou vender aquele ativo.

Normalmente, quanto maior a empresa, maior o seu volume, isto por que, geralmente, essas empresas, por apresentarem um maior grau de liquidez em seus papeis, também são alvos de muitos especuladores que procuram realizar rápidas transações de compra e venda a fim de lucrarem com operações de curto prazo.

Este é um tipo de operação que não recomendamos, entretanto, não há como negar que muitas pessoas adentram no mercado financeiro em busca desses ganhos astronômicos em pequenos espaços de tempo, o que consideramos uma atitude com baixa probabilidade de sucesso.

Entretanto, é importante destacar que, para o investidor de valor, que possui uma afinidade pela estratégia do Value Investing em seus investimentos, a consciência do volume das ações também se faz importante.

De nada adianta estudar profundamente sobre determinado papel e descobrir ali uma excelente oportunidade de investimento, se não existir, na outra ponta, um investidor que esteja interessado em se desfazer daquele ativo.

Por isso, em uma análise de fundamentos, é bastante importante que o investidor se atente ao volume das ações, assim como a sua liquidez.

Pontos a se destacar em relação ao volume

Existem algumas questões interessantes que são necessárias se atentar nesse sentido. São eles:

  • Quando os preços de um ativo se encontram em queda e o seu volume está subindo, a tendência é de que se diminuam ainda mais os seus preços;
  • Quando preços estão caindo simultaneamente com o volume de um ativo, a tendência é de que esta baixa está para ser revertida, isto por que, geralmente, ocorre uma diminuição no ritmo da queda dos preços para aí, então, haver um aumento;
  • Quando preços de um ativo se encontram em alta, assim como o seu volume, a tendência é que os preços aumentem ainda mais;
  • Quando os preços estão subindo e o volume está diminuindo, a tendência é de que esta alta está para ser revertida, isto por que, geralmente, ocorre uma diminuição no ritmo de aumento de preços para aí, então, ocorrer a queda;

Ponderações

É preciso que o investidor se atente, contudo, que esse tipo de estratégia que demanda bastante atenção aos índices de quantidade de negociações de uma ação, é mais característico de investidores de curto, os chamados traders, que se importam, primordialmente, com as movimentações de curto prazo das ações, o que não recomendamos em nossas estratégias.

Conclusão

Para o investidor de valor focado no longo prazo, se atentar para o volume das transações dos ativos é importante para o entendimento de sua liquidez pois, como já mencionado, esses dois conceitos são complementares e estão diretamente relacionados ao número de operações de compra e venda realizados para os ativos negociados na bolsa de valores.

Comentários

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

©2017 SUNO RESEARCH | Investimentos inteligentes

[i]
[i]

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account