vix
Por: Tiago Reis

VIX: entenda como funciona o principal índice de volatilidade dos EUA

A volatilidade é uma das principais características observadas pelos investidores ao analisar o comportamento de um ativo. Entretanto, existe nos EUA um índice específico, o VIX, que apresenta a intensidade desse fator nas 500 maiores ações negociadas no mercado americano.

Por representar variações do mercado financeiro, o índice VIX é um dos principais indicadores acompanhados pelos investidores.

O que é o Índice VIX?

O Índice VIX (VIX Index) é um índice de ações que mede preço das opções das ações que compõem o índice S&P 500. Dessa forma, mede as expectativas em relação às 500 ações do Standard & Poor’s pelos 30 dias seguintes. Entretanto, o índice só avalia as ações negociadas na Bolsa de Valores de Chicago.

O índice VIX surgiu em 1993 e desde então ficou conhecido por medir o mercado e a volatilidade das ações em tempo real. Ou seja, mede a variação no preço de uma ação num período de tempo. Por isso, se tornou uma ferramenta para servir como base para as negociações a curto prazo feitas pelos especuladores do mercado.

Além disso, o índice é utilizado como um indicador de risco. Isso porque, da mesma forma que uma ação pode se valorizar rapidamente, também pode perder preço. Quanto maior essa variação, mais alto o risco de uma aplicação.

O VIX Index ainda pode ser usado pelos traders – profissionais responsáveis por negociar ativos – como um instrumento em suas operações. Ou seja, eles operam diariamente tomando o VIX como um indexador.

Qual a composição do índice VIX?

O cálculo do índice é feito pela Chicago Board Options Exchange, CBOE, e fica válido por 30 dias. Assim, quanto mais alto estiver o VIX, maior será a volatilidade. Desta forma, quanto mais os preços estiverem variando, mais os investidores e traders ficam apreensivos.

Por representar, de certa forma, a volatilidade do mercado de uma forma geral, o Índice VIX ficou conhecido como o índice do medo. Isso porque o S&P 500 reúne as ações americanas mais importantes. Como o mercado financeiro estadunidense influência os investimentos mundiais, o índice acaba impactando uma série de investimentos.

Quer aprender a calcular melhor o preço de ações? Faça o curso online de valuation e precificação de ativos.

10 livros que todo investidor deveria ler

Como é feito o cálculo da volatilidade desse índice?

O conceito do índice de volatilidade foi criado pelo pesquisador em Mercado Financeiro Robert E. Whaley. Em 1992, a Bolsa de Valores de Chicago ficou encarregada de criar uma fórmula para aferir o índice.

O cálculo do VIX é totalmente automatizada. Em síntese, são usados uma série de dados de compra e venda das ações. Além da médias de preços, tempo e taxas de variação. O resultado oficial envolve uma série de fórmulas complexas.

Quando pronto, o índice VIX pode ser uma importante ferramenta para mapear até crises no mercado financeiro.

Muitos investidores e traders usam o índice para tentar “lucrar” com variação do mercado. No Brasil, não há um índice parecido, mesmo assim investidores usam os dados do mercado americano. A aplicação em volatilidade tem ficado mais comuns:

  • Investir aguardando estabilidade
  • Aplicar em ações com baixo índice VIX esperando valorização

Importância do índice de volatilidade

Por estar atrelado ao mercado financeiro dos Estados Unidos, o índice tem um impacto comportamento do mercado. Quando o mercado financeiro fica mais apreensivo, os investimentos em países emergentes sofrem consequências.

Como nos países em desenvolvimento os riscos são maiores, o mercado acaba segurando investimentos também nestes tipos de investimentos.

Isso acontece porque as economias destes países, incluindo o Brasil, são influenciadas pedos Estados Unido. Dentre os efeitos das mudanças na economia americana estão:

  • Aumento das taxas de juros dos empréstimos internacional
  • Aumento do dólar ocasionando maior inflação
  • Retirada de investimentos estadunidenses
E-book Investindo no Exterior

Em outras palavras, por mais que sejam um índice do mercado financeiro americano, as variações no VIX tem impactos na economia global.

Conseguiu aprender mais sobre o VIX? Deixe suas perguntas nos comentários abaixo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Como analisar uma ação

Conheça o Passo A Passo para você analisar quais as melhores ações para investir!