Por: Tiago Reis

Vantagens Competitivas de Custo

As vantagens competitivas constituem um aspecto importantíssimo da análise de empresas. Recentemente, abordei as vantagens relacionadas aos ativos intangíveis, que são originadas pelas marcas, patentes e regulamentações. Hoje, quero compartilhar a respeito das vantagens de custo.

As empresas podem se proteger por meio de custos sustentavelmente menores que o de seus competidores. Neste sentido, uma vantagem de custo pode ser originada de processos mais vantajosos, uma localização melhor, escala, ou até mesmo acesso a ativos únicos.

As vantagens relacionadas aos processos de produção podem ser interessantes, mas é necessário entender algumas nuances atreladas a eles, a fim de entender se configuram vantagens competitivas sustentáveis.

Por outro lado, as vantagens relacionadas à escala geralmente proporcionam custos médios menores, quando comparados com competidores de menor capacidade.

Para identificar se uma situação ligada a desconto nos custos se configura como uma vantagem competitiva, é necessário checar alguns aspectos que elucidarei a seguir.

1 – A empresa se beneficia de economias de escala?

O investidor deve investigar quais custos são fixos e, portanto, podem ser alavancados. Além disso, quais as evidências quantitativas que existem para confirmar que a empresa, de fato, possui custos por unidade menores do que competidores com volumes inferiores?

2 – A empresa se beneficia de custos inferiores de transporte?

O investidor deve ponderar qual é o custo do transporte em relação aos custos totais ou ao preço do produto.

Além disso, é necessário investigar se, para os concorrentes, o custo do transporte é relevante. Isso porque os custos logísticos podem realmente alterar o posicionamento competitivo de uma empresa, especialmente quando há muito manuseio de bens que possuem uma baixa relação de valor por peso.

Por exemplo, quando se transporta ouro, pouco importam os custos de transporte, uma vez que um valor imenso pode ser observado em quantidades que cabem na palma da mão. No entanto, ao considerar areia, os custos de transporte já representam um percentual considerável dos custos, devido ao baixo valor por peso.

Em situações como estas, produtores localizados perto de potenciais clientes têm uma vantagem de custo diante de produtores que estão localizados a distâncias maiores.

3 – A empresa possui ou controla depósitos geológicos com características vantajosas? Quão raros são depósitos de alta qualidade?

Possuir depósitos geológicos pode configurar uma vantagem competitiva excelente, pois o homem, mesmo com tempo e dinheiro, não pode replicar o que a natureza demorou milhões de anos para construir.

4 – A empresa tem um processo de produção único que resulta em vantagens de custo?

Neste ponto, é necessário quantificar a vantagem de custo que advém deste processo, além de levantar o seguinte questionamento: tal processo pode ser replicado?

Normalmente, um processo de produção é replicável. No entanto, é possível encontrar companhias que operam por décadas com esta vantagem, devido a um processo de produção superior. Neste sentido, é importante estar atento à entrada de potenciais novos competidores.

5 – A companhia tem poder de barganha com fornecedores?

Muitas empresas alegam ser grandes e poderosas o suficiente para extrair descontos de seus fornecedores. No entanto, ainda se faz necessário quantificar estes resultados para entender qual a magnitude do desconto nos custos que este poder de barganha resulta.

Além disso, para que este aspecto ajude a configurar vantagens competitivas, não é desejável observar um fortalecimento de fornecedores perante a companhia.

6 – A empresa tem acesso vantajoso a matérias-primas?

É preciso avaliar o percentual dos custos totais que as matérias-primas representam para ela e para os seus pares do setor. Caso haja vantagem no acesso, assim como nos outros tópicos, é necessário quantificar se ela se traduz em descontos relevantes e, também, se ela é sustentável para o longo prazo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

206 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs

GARANTA ACESSO AOS DESCONTOS EXCLUSIVOS DA CYBERWEEK

não perca tempo! As ofertas terminam em:

DIAS
 HOR
 MIN
 SEG

CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA ACESSAR AS OFERTAS: